Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de nanopartículas magnéticas modificadas com MIP para identificação do principal metabólito do herbicida diuron, a 3,4-dicloroanilina

Processo: 21/01587-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Del Pilar Taboada Sotomayor
Beneficiário:Larissa Prospero Santos
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Herbicidas   Nanopartículas magnéticas   Sensores   Síntese química   Cromatografia líquida de alta eficiência

Resumo

Meios para a produção de alimento foram um desafio em séculos passados, e ainda hoje é necessário o desenvolvimento de técnicas para atender à demanda mundial. Entre essas medidas, temos o uso de defensivos agrícolas para controle de pragas nas plantações, tais como os herbicidas, que são de alto uso na agricultura brasileira. Todavia, é sabido que esses produtos são potenciais para o desenvolvimento de doenças aos seres humanos, além de contaminar o solo e rios, de forma que contribua para a redução de espécies animais e vegetais. Logo, é imprescindível a análise destes compostos para que haja um controle, antes que a situação se torne drástica. Portanto, para a identificação e quantificação desses produtos em águas, escolheu-se o metabólito 3,4-dicloroanilina que compõe o herbicida Diuron, com o objetivo de avaliar seus resíduos, e averiguar se a água se encontra em condições saudáveis. Para isto, será desenvolvido materiais, baseados em polímeros molecularmente impressos, ou MIPs (Molecularly Imprinted Polymers), os quais estarão imobilizados em nanopartículas magnéticas. Os MIPs, também chamados de polímeros biomiméticos, apresentam uma cavidade seletora, que por afinidade interagem com o analito de interesse, para o qual foi anteriormente sintetizado. Por fim, será analisada sua eficiência e seletividade por meio da cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) para posterior aplicação em análises de amostras de rios.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)