Busca avançada
Ano de início
Entree

Flores comestíveis: análise bioquímica e fisiológica pós-colheita das condições de armazenamento após sanitização dos órgãos florais de Begonia semperflorens

Processo: 21/02017-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Ricardo Alfredo Kluge
Beneficiário:Matheus de Jesus Morais
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Bioquímica   Pós-colheita   Refrigeração   Compostos fenólicos   Flores   Begoniaceae
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Compostos fenólicos | flores comestíveis | pós-colheita | Refrigeração | Fisiologia e Bioquímica Pós-colheita

Resumo

Flores comestíveis atraem interesse pela sua característica flexível de aplicações na culinária, sobretudo no quesito adornamento. Ainda que begônias sejam utilizadas no ramo alimentício, as recomendações de sanitização e métodos de armazenamento utilizadas para órgãos vegetais, como frutos e folhas convencionais, podem não ser viáveis para flores comestíveis. Sendo assim, este estudo tem como objetivo quantificar e qualificar a perecebilidade de begônia (Begonia semperflorens) após sua colheita e sanitização, levando em conta o armazenamento em embalagem Galvanotec GA91 e a avaliação das flores por meio de análises visuais, relação de perda de massa, cor, acidez total titulável, teor de sólidos solúveis, teor de ácido ascórbico, compostos fenólicos totais, capacidade antioxidante, antocianinas totais, produção de etileno e taxa respiratória das flores. O trabalho busca avaliar as condicões de temperatura e umidade às quais flores de B. semperflorens serão submetidas, buscando prolongar vida útil da mesma em conjunto com adequado método de sanitização aplicado, atestando o sanitizante mais eficaz e estabelecendo uma temperatura ideal para armazenamento e conservação destas flores comestíveis.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)