Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica de Spin em poços quânticos ultrafinos

Processo: 21/02820-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Marcio Daldin Teodoro
Beneficiário:Anna Carolina Sardinha Alves
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais nanoestruturados   Pontos quânticos   Arsenieto de índio e gálio   Poços quânticos   Semicondutores   Propriedades ópticas   Spin

Resumo

Pontos quânticos (QDs) baseados na liga In(Ga)As são a base de várias tecnologias atuais e promissores candidatos para aplicações no campo da informação quântica. O crescimento destas nanoestruturas pelo método Stranski-Krastanov também induz a geração da chamada wetting layer (WL), que pode deteriorar diversas propriedades optoeletrônicas de pontos quânticos. Uma alternativa viável para formação de QDs sem a existência da WL pode ser atingida pelo crescimento de camadas de In(Ga)As com espessuras inferiores a uma única monocamada, e que por esta razão, são chamados de pontos quânticos de submonocamadas (SMLQDs). Resultados recentes demonstram que existe a formação de ilhas desordenadas ricas em Índio que confinam buracos tridimensionalmente, enquanto elétrons sofrem o confinamento unidimensional gerado pela formação do poço quântico, cuja órbita pode ser do tamanho de diversas ilhas. Por esta razão, estes sistemas também são conhecidos como poços quânticos ultrafinos. Portanto, SMLQDs possuem um confinamento heterodimensional cujos resultados principais demonstram uma largura de emissão óptica estreita comparável à de poços quânticos com emissão na região espectral de 860 a 920 nm em temperaturas criogênicas. O confinamento peculiar de SMLQDs os tornam interessantes nanoestruturas para exploração de fenômenos básicos e possíveis aplicações, cujos resultados sob o ponto de vista de spintrônica permanecem como um campo em aberto. Desta forma, este projeto de iniciação científica é dedicado a exploração dos correspondentes fenômenos de spin destes materiais.