Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos bifosfonatos nitrogenados (BPns) sobre fatores inflamatórios e endócrinos: bases para o entendimento da fisiopatologia das osteonecroses dos maxilares relacionada ao uso de BPns

Processo: 21/03814-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Mariza Akemi Matsumoto
Beneficiário:Gustavo Baroni Simionato
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/16067-3 - Influência dos bifosfonatos nitrogenados (BPns) sobre fatores inflamatórios e endócrinos: bases para o entendimento da fisiopatologia das osteonecroses dos maxilares relacionada ao uso de BPns, AP.R
Assunto(s):Camundongos   Eicosanoides   Regeneração óssea

Resumo

A severidade das lesões de Osteonecrose dos Maxilares Associadas ao uso de Bifosfonatos nitrogenados (OMABs) tem incentivado a pesquisa básica para o entendimento da sua fisiopatologia e métodos de prevenção. Neste contexto, há um crescente benefício na compreensão do exato papel dos bifosfonatos nitrogenados (BPns) sobre o metabolismo ósseo e sua influência em outros sistemas a ele interligados, como o imunológico e o endócrino, os quais permanecem pouco explorados. Deste modo, o presente projeto visa o estudo da influência dos BPns sobre fatores inflamatórios, com ênfase nos eicosanóides, e endócrinos, com ênfase na vitamina D, sob condições experimentais. Para atingir tal objetivo, o presente projeto analisará as enzimas do metabolismo do ácido araquidônico (AA), seus mediadores e níveis de vitamina D durante o desenvolvimento de lesões de OMAB em modelo animal geneticamente modificados, knockout para 5-lipoxigenase (5-LO) sob efeito de inibidor farmacológico do receptor do LTB4, pós-exodontia utilizando BPn de alta potência. Para tanto, serão utilizados camundongos machos da linhagem 129Sv (WT e geneticamente modificados, knockout para 5-LO - 5-LOKO), com idades entre 12 e 16 semanas, divididos em grupos de acordo com o tratamento: C - WT e 5-LOKO - soro fisiológico 0,9% IP, WT-ZL - 250¼g/Kg a cada três dias de ZL IP e WT-MTK - montelukast, 2mg/Kg/dia VO. A escolha dos camundongos da linhagem 129Sv sustenta-se pelo fato de que estes animais apresentam fenótipo ósseo mais robusto que as demais linhagens e sua variante knockout para 5-LO o torna ainda mais denso, assemelhando-se aos animais WT medicados com BPn, porém, excluindo-se os efeitos colaterais da droga. O tempo experimental será fixado aos 21 dias após as cirurgias, quando será realizada a coleta de sangue e remoção das maxilas direitas contendo os alvéolos extraídos para serem submetidos a análises para investigação dos níveis séricos de vitamina D, cálcio, fósforo, fosfatase alcalina, e TRACP total por meio de técnicas de imunoensaio por quimioluminescência e métodos colorimétricos, análise da microarquitetura óssea dos alvéolos em reparação em microtomógrafo computadorizado (microCT), análises histopatológicas e de histomorfometria em cortes histológicos corados com hematoxilina e eosina e Tricrômico de Goldner, da qualidade da matriz colagenosa em cortes corados com Picrosirius-red e analisados em microscopia de luz polarizada, imuno-histoquímica e ELISA para marcadores ósseos e inflamatórios. Os dados obtidos serão submetidos à tratamento com testes estatísticos considerando-se p<0,05.