Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteoglicanos: distribuição das expressões gênica e proteica em regiões encefálicas e suas variações com a idade

Processo: 21/02771-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Suely Kazue Nagahashi Marie
Beneficiário:Paula Yuki Nomiyama
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/02988-7 - Decodificando o impacto do microambiente e das vias de sinalização na saúde e na doença no cérebro, glândula adrenal e rim, AP.TEM
Assunto(s):Neurologia   Envelhecimento   Expressão gênica   Matriz extracelular   Proteoglicanas   Análise de variância   Imuno-histoquímica   Western blotting

Resumo

Os proteoglicanos representam uma importante classe de moléculas presentes na matriz extracelular, que são responsáveis por diversas funções envolvendo a regulação de processos fisiológicos ou patológicos. Particularmente, o foco do projeto de pesquisa é a investigação dos proteoglicanos e proteínas associadas ao ácido hialurônico na matriz extracelular do cérebro humano e a distribuição de suas expressões nos diferentes sítios cerebrais, assim como a oscilação destas expressões de acordo com a variação de idade. Primeiramente, a análise será feita por meio de modelagem in silico, a partir de dados de bancos públicos, com a análise de variâncias significativas por sítio e idade. Em seguida, será realizada a validação dos achados em amostras de tecido cerebral humano coletado em autópsias do biorepositório do Laboratório de Investigações Médicas do Departamento de Neurologia (LIM15). A validação da distribuição por sítios cerebrais será realizada por imunohistoquímica em tissue microarray construído por amostras de diferentes sítios extraídos de amostras cerebrais de autópsia de 5 doadores. A validação da expressão diferencial dos proteoglicanos selecionados com a idade será realizada por PCR em tempo real em 108 amostras do lobo parietal superior coletado de autópsias de indivíduos de idades variando entre 34 e 98 anos. Os alvos selecionados nesta etapa serão validados quanto à expressão proteica por Western Blotting. Trabalhamos com a hipótese de que existe uma distribuição diferencial dos proteoglicanos em diferentes sítios cerebrais e que há variação da expressão destes com a idade, na matriz extracelular cerebral.