Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de isoformas alternativas de proteínas de membrana como potenciais biomarcadores para tumores com mau prognóstico e poucas opções terapêuticas

Processo: 20/14158-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Pedro Alexandre Favoretto Galante
Beneficiário:Filipe Ferreira dos Santos
Instituição-sede: Hospital Sírio-Libanês. Sociedade Beneficente de Senhoras (SBSHSL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia computacional   Isoformas de proteínas   Proteínas da membrana   Biomarcadores tumorais   Prognóstico   Neoplasias   Terapia de alvo molecular

Resumo

O splicing é um passo essencial da expressão gênica em eucariotos. Muitos loci do genoma humano, após serem transcritos, são processados de maneira alternativa (splicing alternativo), gerando diferentes isoformas de mRNAs para um mesmo gene (locus). Sabe-se que alterações no padrão de splicing estão relacionadas ao desenvolvimento de aproximadamente 15% das doenças genéticas e, claro, a diversos tipos de tumores malignos em humanos. Células cancerígenas, de maneira geral, apresentam uma alta taxa de splicing alternativo, inclusive com isoformas específicas de tumores. Neste projeto, iremos buscar eventos de splicing alternativo em genes codificadores de proteínas de membrana celular que ocorrem de maneira específica ou preferencial em amostras tumorais. Para isso, utilizaremos dados de expressão gênica de um conjunto de ~11.000 amostras de 33 tipos de Cânceres e um amplo repertório de ferramentas computacionais (de bioinformática) para processar, integrar e analisar esses dados. Como selecionaremos somente aquelas isoformas específicas ou preferenciais de tumores e eventos em genes codificadores para proteínas de membrana celular, esperamos, no final deste projeto, ter um conjunto promissor de biomarcadores para o desenvolvimento deliberado de novas terapia-alvo para o tratamento do Câncer. Nas nossas análises, iremos dar uma atenção especial àqueles Cânceres que ainda não possuem boas opções de tratamento, tais como o Glioblastoma, o Glioma Difuso de Ponte Pediátrico e o Adenocarcinoma de Pâncreas, para o qual inclusive já temos resultados preliminares promissores. Todos os resultados aqui gerados serão organizados em um banco de dados de livre acesso e divulgados para a comunidade científica. Em conclusão, esperamos que nossos achados ajudem no desenvolvimento de novas terapia-alvo para o Câncer, sobretudo para aqueles tumores com alta taxa de mortalidade e que ainda não possuem boas drogas alvo ou tratamentos altamente eficazes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)