Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da depressão, estresse e ansiedade (DASS-21) e o impacto da saúde bucal na qualidade de vida (OHIP-14) em indivíduos com Síndrome de Sjögren

Processo: 20/15698-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Paulo Sérgio da Silva Santos
Beneficiário:Raquel Machado Gabia
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Estomatologia   Síndrome de Sjögren   Depressão   Ansiedade   Estresse   Qualidade de vida   Instrumentos de avaliação   Avaliação clínica   Inquéritos e questionários   Estudo clínico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ansiedade | Condição Bucal | depressão | estresse | Qualidade De Vida | Síndrome de Sjogren | Estomatologia

Resumo

A síndrome de Sjögren (SS) é uma doença sistêmica inflamatória crônica autoimune, caracterizada pela infiltração de células mononucleares em glândulas exócrinas, levando a alterações fisiológicas e morfológicas devido a destruição das células que compõem as estruturas. Na literatura, poucos estudos relatam sobre o bem-estar físico, social e psicológico desses indivíduos. O presente estudo clínico prospectivo tem como objetivo descrever o perfil, avaliar a condição bucal e o impacto na qualidade de vida (QV) e condição psicológica, através de exame clínico completo, questionários OHIP-14 e DASS-21, respectivamente, em indivíduos com SS, a fim de relacionar com a evolução da doença. Os pacientes diagnosticados com Síndrome de Sjogren, no período de Dezembro/1974 a Novembro/2018, atendidos na Clínica de Estomatologia da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB-USP), serão recrutados no momento da consulta de acompanhamento de rotina na Clínica de Pós-Graduação em Estomatologia, a fim de reavaliar sinais e sintomas e realizar novo exame clínico e diante do diagnóstico atual estabelecer protocolos de cuidados bucais. Serão incluídos os indivíduos com idade até 70 anos e com contato telefônico atualizado. Neste momento será aplicado o primeiro questionário (OHIP-14) que irá avaliar o impacto da saúde bucal na qualidade de vida do paciente, onde são avaliadas sete dimensões, subdivididas em 14 perguntas através da escala de Lickert (0 a 4) atribuída pelo indivíduo e que quantifica o impacto da saúde bucal na QV. O segundo questionário (DASS-21), irá avaliar a condição psicológica do paciente, o qual apresenta sete questões para cada estado emocional (depressão, ansiedade e estresse), totalizando um número de 21 questões. Posteriormente, espera-se relacionar a condição clínica, evolução da SS, condição clínica bucal e o perfil dessa população aos fatores de QV e condições psicológicas, utilizando-se desses instrumentos de avaliação.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)