Busca avançada
Ano de início
Entree

Impeachment de dilma: o debate acadêmico.

Processo: 21/00275-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Pesquisador responsável:Tatiana Berrinnger
Beneficiário:Gabriel Horacio de Jesus Soprijo
Instituição-sede: Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Impeachment   Crise política

Resumo

O objetivo central da pesquisa é verificar se o conceito de "golpe de Estado" pode ser utilizado para descrever o impeachment da presidenta Dilma Rousseff em 2016. Em primeiro lugar, será realizado um levantamento bibliográfico visando identificar as principais teses e explicações sobre o referido processo político, em três visões: 1º), aquela que destaca os problemas institucionais - crise de representatividade, disputas no sistema de coalizão política (FREITAS, SILVA, 2019); 2º) o enfoque nas questões internas - crise econômica, escolhas da plataforma política etc. (FILHO, MORAIS, 2018; SINGER, 2018); 3º) a ênfase nas questões internacionais, em especial, a ideia de revolução colorida ou neogolpismo (LEIRNEIR, 2020; SOUZA, 2020). Nosso problema de pesquisa é entender como foi caracterizada o processo de destituição de Dilma. A ideia é que com o mapeamento proposto, seja possível sistematizar os principais debates sobre a crise política e o processo de impeachment de 2016, visando entender quais os conceitos de golpe de Estado são utilizados pela bibliografia e quais são as principais variáveis mobilizadas para cada interpretação que a princípio categorizamos como: 1) "golpe" institucional; 2) interno, 3) uma revolução colorida.