Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial de um novo composto chalcônico na modulação da doença periodontal: estudo em ratos

Processo: 20/11180-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Morgana Rodrigues Guimarães Stabili
Beneficiário:Angelo Constantino Camilli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Farmacologia   Chalconas   Reabsorção óssea   Inflamação   Ratos

Resumo

As chalconas são um grupo de compostos fenólicos derivados de plantas, com diversas propriedades biológicas. Em função dos seus efeitos farmacológicos, diferentes derivados chalcônicos sintéticos, baseados em seus análogos naturais, têm sido investigados como agentes terapêuticos. Estudos clínicos e pré-clínicos têm demonstrado sua efetividade no tratamento de doenças inflamatórias como câncer e artrite, e em patologias ósseas como osteoporose e tumores ósseos. As chalconas podem atuar sobre uma série de alvos do processo inflamatório, incluindo fatores de transcrição, moléculas de adesão, de sinalização intracelular e mediadores inflamatório que são essenciais no processo de ativação e diferenciação dos osteoclastos. Dados do nosso grupo de pesquisa avaliando o efeito da administração sistêmica (via oral) de um novo composto chalcônico (Chalcona T4) sobre a reabsorção óssea inflamatória, em um modelo de doença periodontal, observou redução da perda óssea e do infiltrado inflamatório nos tecidos gengivais, além de ausência de efeitos colaterais. Considerando o potencial anti-inflamatório da Chalcona T4 e a natureza sítio-específica da doença periodontal, este presente estudo tem como objetivo avaliar pela primeira vez, a eficácia da aplicação tópica/local deste novo composto sobre a reabsorção óssea inflamatória em um modelo de doença periodontal experimental. A hipótese deste trabalho é que a Chalcona T4 é capaz de inibir a progressão da doença periodontal, através da modulação de mediadores biológicos e de fatores de transcrição relevantes no metabolismo ósseo, especialmente através da supressão da via de sinalização intracelular NF-8B. Esta hipótese será avaliada através do seguinte objetivo específico: Avaliar o efeito da aplicação local da Chalcona T4 sobre a progressão da periodontite experimentalmente induzida por ligadura em ratos. Os desfechos analisados incluirão: análise da perda óssea (microtomografia óssea); imunolocalização e quantificação dos leucócitos (CD45) presentes nos tecidos gengivais, bem como dos marcadores ósseos (OPG e RANKL) e dos fatores de transcrição (RUNX-2, NFATc1 e NF-8B) por imuno-histoquímica (IHC); quantificação dos osteoclastos identificados pela marcação positiva da expressão da enzima fosfatase ácida resistente ao tartarato (TRAP), identificada alternativamente por IHC; determinar um possível efeito da chalcona sobre a alteração fenotípica dos macrófagos (M1/M2) (imunofluorescência), e investigar sua influência sobre os níveis proteicos de NFTAc1 (western-blot). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)