Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões de anormalidades de redes neurais estruturais em crianças com encefalopatias epilépticas, com ou sem sintomas de Transtorno do Espectro Autista

Processo: 21/02300-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ana Carolina Coan
Beneficiário:Fernanda Germano de Azevedo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Neurologia   Epilepsia   Rede nervosa   Transtorno do espectro autista   Neuroimagem   Visualização volumétrica   Morfometria   Eletroencefalografia

Resumo

Designa-se encefalopatia epiléptica (EE) as anormalidades epileptiformes, ictais ou interictais, que podem contribuir para o comprometimento comportamental e cognitivo em intensidade maior do que a esperada pela causa subjacente da epilepsia. O termo EE define, dessa forma, condições nas quais a atividade epiléptica contribui, por si só, para o declínio neurológico. Em crianças, essa atividade determina dificuldade no desenvolvimento esperado em relação aos pares da mesma idade ou regressão em habilidades. A atividade anormal, ainda, pode estar relacionada a sintomas do transtorno do espectro autista (TEA), com a geração de padrões cerebrais a serem estudados. A despeito de estudos de neuroimagem estrutural em crianças com EEs de causa desconhecida, que demonstraram que, na análise de imagem por ressonância magnética (RM), há uma diferença nas redes estruturais de substância cinzenta e substância branca, não há estudos que tenham elucidados e há também diferenças nos padrões de anormalidades cerebrais entre crianças com EEs com e sem TEA. Desse modo, investigações futuras são necessárias para esclarecer os mecanismos de ocorrência de sintomas do TEA nas EEs. O objetivo desse estudo, portanto, consiste em avaliar os padrões das alterações estruturais de substância cinzenta e substância branca no cérebro de crianças com EEs, que podem ou não ser acompanhadas de sintomas característicos do TEA. Com a hipótese de que existem diferenças entre tais padrões, serão incluídos no estudo pacientes registrados no Hospital de Clínicas da UNICAMP (HC - UNICAMP), com diagnóstico clínico eencefalográfico de EEs, em seguimento no ambulatório de Neurologia Infantil da UNICAMP. Será realizada coleta de dados clínicos e de exames complementares nos respectivos prontuários do ambulatório. Dados encefalográficos serão selecionados a partir de sequências de RM ponderadas em T1, 3D, volumétricas, com pré-processamento das imagens de RM através do programa SPM12 e pós-processamento através da técnica de morfometria baseada em voxels. A análise estatística será realizada com o programa SPSS24. Espera-se com este estudo elucidar a relação entre as EEs e os sintomas do TEA associados ou não em crianças. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)