Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanosuspensão de pirvínio: preparação, caracterização físico-química e avaliação da atividade anticâncer in vitro

Processo: 20/12634-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Nádia Araci Bou-Chacra
Beneficiário:Guilherme Souza Macário
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Farmacotécnica   Nanotecnologia   Nanocristais   Técnicas in vitro   Análise físico-química   Varredura diferencial de calorimetria

Resumo

O câncer é uma das doenças com maior taxa de mortalidade, vitimizando milhões a cada ano, dentre os mais letais está o câncer colorretal, também conhecido como câncer de intestino. A contenção primária da doença é determinante no sucesso do tratamento, o qual pode ser realizado por via cirúrgica ou medicamentosa. Quanto mais precoce a detecção da doença, maiores são as chances de sucesso no tratamento. Os procedimentos disponíveis atualmente, porém, possuem vários efeitos adversos graves além de serem extremamente invasivos. O pirvínio, antihelmíntico aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), tem se apresentado como alternativa promissora no tratamento anticâncer, sendo possível seu reposicionamento. Seu mecanismo de ação é atribuído à inibição da via sinalizadora Wnt/beta-catenina, importante para o desenvolvimento de carcinomas, bem como pela inibição de vias promotoras da autofagia, mecanismo crucial para a sobrevivência de células sob hipoglicemia. Contudo, o pirvínio apresenta baixa solubilidade em água, baixa biodisponibilidade e absorção sistêmica, fatores que prejudicam seu uso no tratamento anticâncer. Tendo em vista tais desafios, a nanotecnologia tem demonstrado potencial para superá-los. Dentre as estratégias nano talvez a mais elegante sejam os nanocristais, que proporcionam ao fármaco maior velocidade de dissolução, biodisponibilidade e bioadesividade. Os nanocristais podem ser obtidos de diferentes formas, dentre elas temos a sonoprecipitação solvente-anti-solvente, técnica simples que utiliza ultrassom para melhor homogeneização e consistência no tamanho das partículas. Portanto, o objetivo do presente projeto será desenvolver, otimizar e avaliar as características físico-químicas de nanosuspensão de pirvínio. Serão efetuados os seguintes ensaios: seleção do solvente, preparação da nanosuspensão, análise por calorimetria exploratória diferencial (DSC), determinação do diâmetro hidrodinâmico médio (DHM), índice de polidispersão, potencial zeta, eficiência de redução do tamanho de partícula e avaliação da atividade anticâncer in vitro.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)