Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização da produtividade em obras de engenharia com uso de internet das coisas (iot)

Processo: 21/02992-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Giovanni Antonio Gastaldi
Beneficiário:Denny Erikson Pimenta Monteiro
CNAE: Serviços de engenharia
Atividades técnicas relacionadas à arquitetura e engenharia
Vinculado ao auxílio:20/00877-3 - Otimização da produtividade em obras de engenharia com uso de internet das coisas (IoT), AP.PIPE
Assunto(s):Metodologia   Programação   Tecnologia

Resumo

Apesar da importante contribuição do setor da construção para a economia, em especial dos países em desenvolvimento, a produtividade do setor vem declinando nos últimos 20 anos (McKinsey Global Institute - MGI, 2016). A estatística de performance dos grandes projetos aponta desvios de cronograma e orçamento na ordem de 20% e 80%, respectivamente (MGI, 2016). Os dados preocupantes da taxa de sucesso dos projetos, onde 71% dos projetos não cumprem os indicadores planejados (Deloitte, 2018) e a histórica falta de produtividade do setor da construção, trazem à tona a necessidade de modernizar o setor com tecnologias que aprimorem os níveis de produtividade. Um aspecto desafiador é medir e acompanhar as horas de trabalho e a produção com detalhes suficientes para permitir a análise de dados e determinar a causa-raiz dos desvios de produtividade. A importância da produtividade no setor da construção se deve ao fato de ser uma indústria intensiva em mão-de-obra, emprega 7% da população (MGI, 2016), na qual o custo trabalhista representa entre 30% e 50% do custo total de um projeto de construção. As práticas tradicionais de controle de obras de engenharia não cumprem o objetivo de melhorar a produtividade, e usualmente atividades básicas como o planejamento do projeto, são executadas em papel de forma descoordenada entre o escritório e o campo. Para otimizar a performance dos projetos e aumentar a produtividade das equipes é necessário contar com ferramentas que facilitem um planejamento mais efetivo contando com dados de campo obtidos de forma automática e confiável. Novas tecnologias, em especial Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (IA), estão proporcionando uma série de inovações com impacto positivo na performance das obras de engenharia, indicando que o setor da construção está em vias de vivenciar uma ruptura em relação aos meios tradicionais de execução. O projeto proposto é uma plataforma para monitorar a movimentação e localização das equipes de execução de obras através de sensores IoT e rede de localização indoor. A solução irá permitir que os engenheiros e planejadores do campo e do escritório monitorem através de um dashboard os dados e informações online, integrados com softwares de planejamento, livrando o controle da ineficiência e erros dos apontamentos em papel. A Yellow Engenharia é uma empresa de projeto de engenharia e gerenciamento de obras que segue as melhores práticas de gerenciamento de projetos do PMI (Project Management Institute) com profissionais certificados e com know-how para estabelecer o conceito e desenvolver um sistema que integre os benefícios da inovação tecnológica com as metodologias de planejamento praticadas no setor de construção. Os clientes potenciais para a tecnologia, empresas de engenharia, construtoras, empresas de montagem de obras de infraestrutura e industrial, possuem um portfólio pobre em soluções integradas e customizadas às suas necessidades, em função do desenvolvimento de tecnologias e soluções do setor da construção estar prioritariamente voltado para o setor imobiliário e de construção comercial e residencial. A partir de uma análise de mercado para tecnologias voltadas para o setor da construção, conhecidas como construtechs, surgiu um desafio: como desenvolver uma plataforma para monitorar a produtividade, integrada com softwares de planejamento consolidados no setor, e com dados provenientes de uma rede estável em ambiente de obra sujeito a mudança constante de layout e dificuldade de infraestrutura, sem inviabilizar o custo da solução? Neste contexto, este projeto de pesquisa pretende elucidar o desafio proposto, envolvendo as principais tecnologias aplicadas em redes de localização indoor, a fim de selecionar e aprimorar tecnologias, métodos e padrões que representem o estado da arte nesta área de conhecimento e que sejam compatíveis com a realidade do mercado nacional e as expectativas da empresa.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)