Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação pulmonar durante o tratamento com heparina não fracionada enriquecida inalatória para o SARS-CoV-2

Processo: 21/03574-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Matheus Bertanha
Beneficiário:Danielle Cristina Ferreira Machado
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos vasculares   Ensaio clínico   Antivirais   Heparina enriquecida   Evolução clínica   Infecções por Coronavirus   SARS-CoV-2   COVID-19   Glicoproteína da espícula de Coronavirus

Resumo

Coronavírus 19 (COVID-19) atingiu rapidamente o status de pandemia, ocasionando o colapso de inúmeros sistemas de saúde e forte impacto econômico-social. O tratamento até este momento não está bem estabelecido. Medicamentos com ação específica podem levar anos até serem descobertos, enquanto a vacinação vem enfrentando problemas para imunização de toda a população. Este estudo justifica-se pela realização de um estudo piloto que demonstrou uma ação antiviral in vitro (anti-COVID-19) de uma heparina enriquecida. Objetivos: Avaliar a evolução respiratória dos parâmetros radiológicos e oximetria dos pacientes tratados com heparina não fracionada enriquecida inalatória, patenteada por esta equipe de estudo e cujo trabalho principal foi contemplado com recursos do edital PPSUS. Métodos: Será realizado um ensaio clínico triplo-cego fase I / II, controlado por placebo e que será em um único centro de pesquisa. Serão incluídos 50 participantes que atenderem aos critérios de inclusão (internação hospitalar por SAR-Cov-2 com pneumonia leve e indicação de oxigênio terapia não invasiva). Os participantes serão aleatorizados em dois grupos: Grupo 1 (controle) - os participantes receberão tratamento padrão e inalação de 10 mL de solução salina a 0,9% a cada 4h (sem receber a dose da madrugada, totalizando 5 doses em 24h), em oxigênio 5 L/min por 7 dias; Grupo 2 (intervenção) receberão heparina não fracionada enriquecida por nebulização na dose de 2,5 mg em 10mL 0,9% SF a cada 4h (sem receber a dose da madrugada, totalizando 5 doses em 24h), em oxigênio 5 L/min por 7 dias. Este estudo avaliará objetivamente a evolução do quadro respiratório dos participantes durante sete dias, levando-se em consideração parâmetros de oximetria em gasometria arterial que será colhida com periodicidade mínima a cada dois dias, relação entre pO2 (pressão parcial arterial do gás) e FiO2 (fração inspirada de oxigênio) pulmonares, agravamento do quadro respiratório com necessidade de ventilação mecânica e a relação dos achados com o padrão tomográfico pulmonar. Dessa forma, pretende-se avaliar se a utilização do tratamento proposto neste estudo pode ser benéfica em proteger os participantes contra o agravamento do quadro respiratório da doença. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)