Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do Centro Galáctico e busca de sinais de matéria escura com raios gama

Processo: 21/02027-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Aion da Escóssia Melo Viana
Beneficiário:Igor Reis
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/14893-3 - Fenômenos extremos no Centro Galáctico e busca indireta de matéria escura com raios gama, AP.JP
Assunto(s):Astrofísica de partículas   Astrofísica de altas energias   Astronomia de raios gama   Centro galáctico   Matéria escura   Galáxias   Softwares

Resumo

O estudo das observações astrofísicas de raios gama é essencial para a compreensão dos fenômenos não-térmicos no universo em suas formas mais extremas e violentas. Seu estudo permite que os cientistas respondam a perguntas persistentes em uma ampla gama de tópicos, incluindo sistemas de buracos negros supermassivos, pulsares, a origem dos raios cósmicos e pesquisas por sinais de nova Física. Entre todos os ambientes de altas energias de nossa Galáxia, a região do Centro Galáctico (CG) é definitivamente a mais rica. Ele abriga uma grande quantidade de emissores de altas energias, incluindo o buraco negro supermassivo mais próximo, um Pevatron cósmico, nuvens moleculares densas, forte atividade de formação de estrelas, múltiplos remanescentes de supernovas e nebulosas de vento pulsar, estruturas de rádio em forma de arco, bem como a base de grandes escapes de partículas que formam estruturas de grande extensão como as bolhas de Fermi. Essa região destaca-se como uma das mais estudadas do céu em quase todos os comprimentos de onda, com algumas das exposições mais profundas com observatórios de alta energia (HESS, Fermi-LAT, Chandra, XMM, INTEGRAL), e que forneceram uma quantidade enorme de resultados científicos. Além disso, espera-se que esta região seja a fonte mais brilhante de aniquilação de Matéria Escura (ME) no céu de raios gama por várias ordens de magnitude. Mesmo considerando a contaminação de fontes astrofísicas conhecidas, é um dos alvos mais promissores para detectar a presença de novas partículas massivas. Este projeto visa compreender a astrofísica de raios gama e de partículas de altas energias na região do Centro Galáctico e sua relação com as emissões difusas em outros comprimentos de onda e em diferentes escalas na galáxia. Uma atenção especial será dada ao uso de softwares astronômicos avançados para lidar com dados de raios gama, como Astropy, Gammapy, CTools e bibliotecas numéricas que podem gerar radiação não térmica a partir de uma população de partículas relativísticas, como Naima ou Gamera. Esses softwares serão usados para analisar dados reais de observações da região do Centro Galáctico pelos telescópios Fermi-LAT e GALÁXIA.E.S.S.. Em particular, o aluno trabalhará na implementação de uma análise de template multidimensional (ou em cubo), onde modelos de distribuição espacial e em energia da emissão serão usados para separar fontes sobrepostas em regiões complexas. Isso permitirá o estudo aprofundado da astrofísica de fontes de raios gama conhecidas nesta região, como SgrA *, a emissão difusa central, J1745-303 e G+0,9-0,1, bem como a busca de novas fontes de raios gama de muito altas energias, como a bolha de Fermi interna e a aniquilação de ME no halo galáctico. No caso da não-detecção de um sinal de aniquilação de ME, as restrições aos modelos teóricos de partícula de ME serão derivadas. Esse mesmo procedimento poderá ser aplicado à busca de sinais de ME em outros ambientes de alta densidade do universo, como galáxias anãs e aglomerados de galáxias. Finalmente, a sensibilidade de futuros observatórios, como o Southern Wide field-of-view Gamma-ray Observatory (SWGO) e o Cherenkov Telescope Array (CTA), no estudo da astrofísica da região do CG, bem como para detectar sinais da aniquilação de ME nas regiões mais promissoras do universo será estimada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)