Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da Incidência de Distúrbios Respiratórias do Sono em Pacientes Portadores de Doença Arterial Coronariana, Arritmias e Hipertensão Arterial Sistêmica

Processo: 20/16766-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Sergio Henrique Kiemle Trindade
Beneficiário:Maxwel Pereira da Costa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Arritmias cardíacas   Doença da artéria coronariana   Doenças cardiovasculares   Hipertensão   Medicina do sono

Resumo

Estudos demonstram que a Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é subdiagnosticada e está associada a doenças crônicas, dentre as quais destacam-se as afecções cardiovasculares. A SAOS constitui um fator de risco para doença arterial coronariana (DAC) e consequentemente para infarto agudo do miocárdio (IAM). Adicionalmente constitui fator desencadeador para arritmias e hipertensão arterial sistêmica (HAS), principalmente nos quadros que se manifestam e/ou se intensificam durante o sono. A incidência de SAOS em pacientes com patologias cardiovasculares não é completamente conhecida, principalmente na população brasileira. Objetivo: A presente pesquisa visa avaliar a incidência da SAOS em pacientes com DAC, arritmias e HAS. Método: O estudo terá três vertentes: 1) Incidência de SAOS em pacientes com DAC, 2) Incidência de SAOS em pacientes portadores de arritmias cardíacas, 3)Incidência de SAOS em pacientes com HAS, sem descenso noturno fisiológico da pressão arterial. Os pacientes serão selecionados no ambulatório de cardiologia do Hospital Estadual de Bauru. Para avaliação da incidência da SAOS serão aplicados os questionários Berlim, STOP-Bang e Epworth. Além disso, os pacientes serãosubmetidos à polissonografia do tipo IV, em caráter domiciliar. Resultados esperados : A hipótese do estudo é que a incidência de SAOS em pacientes com doenças cardiovasculares seja maior que da população geral.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)