Busca avançada
Ano de início
Entree

Impressão 3D de hidrogéis híbridos doadores de óxido nítrico baseados em poli(2-hidroxietil metacrilato) e polisilsesquioxano

Processo: 20/16804-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Marcelo Ganzarolli de Oliveira
Beneficiário:Giovana Bosso Romano
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/02414-5 - Biomateriais absorvíveis e tópicos para a liberação localizada de óxido nítrico, AP.TEM
Assunto(s):Biomateriais   Impressão tridimensional   Hidrogéis   Óxido nítrico   Polímeros   Metacrilatos   Quimiluminescência   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

O presente projeto tem como propósito central o desenvolvimento de hidrogéis híbridos orgânico-inorgânicos que sejam doadores de óxido nítrico (NO), baseados em poli (2-hidroxietil metacrilato) e polisilsesquioxano e produzidos por impressão 3D assistida por luz. A constatação da atuação do NO em diversos processos fisiológicos, incluindo a vasodilatação e a aceleração no processo de cicatrização motivam o desenvolvimento de hidrogéis que liberam NO de forma controlada e prolongada. Hidrogéis de PHEMA já são amplamente utilizados na área médica para a produção de lentes de contato. Hidrogéis de PHEMA capazes de liberar NO possuem potencial de aplicação tópica para aumentar a vasodilatação dérmica e acelerar o processo de cicatrização. A adição de grupos silsesquioxano a este material pode auxiliar no controle da liberação de NO, devido à formação de microambientes hidrofílicos e hidrofóbicos que permitem a dissolução de doadores de NO solúveis em água e a liberação mais lenta de NO a partir dos microambientes hidrofóbicos. Deste modo, os hidrogéis híbridos citados serão preparados a partir da hidrólise e condensação dos grupos trietóxisilil, quimicamente ligados a moléculas de 2-hidroxietil metacrilato, a fim de gerar nanoestruturas de silsesquioxano contendo grupos metacrilato na superfície. A análise das características físico-químicas dos materiais resultantes será obtida por ensaios de compressão e grau de intumescimento e a análise de sua morfologia se dará por microscopia eletrônica de varredura. Por fim, será incorporado S-nitroso glutationa (GSNO) nos hidrogéis híbridos, como doador de NO. As cinéticas de liberação de NO dada em tempo real será caracterizada por quimiluminescência. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)