Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de biohidrogênio e ácidos orgânicos pelo tratamento de resíduos do processamento da soja (melaço e okara) em condição termofílica e mesofílica

Processo: 21/02507-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:José Alberto Domingues Rodrigues
Beneficiário:Isabela Mehi Gaspari Augusto
Instituição-sede: Escola de Engenharia Mauá (EEM). Instituto Mauá de Tecnologia. São Caetano do Sul , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/06246-7 - Aplicação do conceito de biorrefinaria a estações de tratamento biológico de águas residuárias: o controle da poluição ambiental aliado à recuperação de matéria e energia, AP.TEM
Assunto(s):Hidrogênio   Okara   Biocombustíveis

Resumo

Com a crescente busca pelo desenvolvimento de um economia cada vez mais circular, o aproveitamento de resíduos agroindustriais para produção de biogás e biomoléculas por meio da digestão anaeróbia vem ganhando destaque. O melaço de soja e a okara, resíduos provenientes do processamento da soja, são candidatos a esse processo, por apresentarem baixo valor agregado e volume produzido Neste contexto, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a aplicação do reator anaeróbio com biofilme operado em batelada alimentada sequenciais e com recirculação da fase líquida (AnSBBR) na produção de bioenergia (hidrogênio) e bioprodutos (ácidos voláteis) a partir do tratamento de resíduos do processamento da soja (melaço e okara). Esse projeto está ligado ao Projeto Temático intitulado "Aplicação do Conceito de Biorrefinaria a Estações de Tratamento Biológico de Águas Residuárias: O Controle da Poluição Ambiental Aliado à Recuperação de Matéria e Energia" (Processo FAPESP nº 2015/06246-7) contribuindo para a linha de pesquisa por meio do estudo da digestão de melaço de soja. Em condições termofílica e mesofílica, avaliando-se as variações de carga orgânica volumétrica aplicada e o coprocessamento com okara. Serão avaliadas a produtividade e o rendimento de biohidrogênio, a estabilidade e eficiência do reator quando submetido a diferentes cargas orgânicas, diferentes temperaturas (faixa mesofílica e termofílica) e no cenário de coprocessamento. Além disso serão realizadas as seguintes análises para melhor compreensão dos fenômenos e aplicabilidade em escala plena: estimativa de produção (hidrogênio e ácidos) em escala ampliada, análise cinética simplificada da rota metabólica, análise termodinâmica das reações bioquímicas e realização de exames microbiológicos usando técnicas de biologia molecular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)