Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do tratamento de superfície na resistência de reparos em restaurações de resina composta: revisão sistemática

Processo: 20/14660-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Taciana Marco Ferraz Caneppele
Beneficiário:Reginaldo José Prá Filho
Instituição Sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Restauração dentária   Resinas compostas   Tratamento de superfícies   Revisão sistemática
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Odontologia minimamente invasiva | Reparo | resina composta | revisão sistemática | Dentística

Resumo

Com a preconização da prática da odontologia minimamente invasiva, o tratamento de escolha para uma restauração fraturada ou cariada nem sempre será a completa substituição da restauração, e sim o seu reparo. Uma das etapas do procedimento de reparo é o tratamento de superfície a ser feito na restauração deficiente. Com a completa polimerização da resina composta, a resina necessita de um tratamento de superfície para que novas porções de resina possam ser adicionadas e tenham resistência e adesão adequadas para a permanência na cavidade oral. Diversos tratamentos de superfície podem ser utilizados, exibindo diferentes resultados nas propriedades mecânicas da restauração após o reparo. A presente revisão sistemática busca avaliar a resistência adesiva das diferentes técnicas de preparo de superfície utilizadas no reparo de restaurações em resina composta. Será realizada uma revisão de estudos laboratoriais. Será traçada uma estratégia de busca sobre o assunto nas bases de dados: MEDLINE via PuMed, Web of Science, Scopus, Biblioteca Brasileira em Odontologia (BBO), EMBASE e LILACS. Também serão realizadas buscas manuais. A análise e coleta de dados serão realizadas por dois revisores independentes que selecionarão os estudos em potencial primeiramente pelo título e resumo e posteriormente estes serão qualificados de acordo com a análise de risco de viés. Será realizada uma síntese narrativa baseada nos dados obtidos. Após a extração dos dados, será analisada a heterogenia dos mesmos e, se possível, uma meta-análise em rede será realizada.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)