Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de expressão de receptores de superfície envolvidos na infecção por SARS-CoV-2 em tecidos da cavidade oral e glândulas salivares: autópsias de casos COVID-19

Processo: 21/03004-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Braz da Silva
Beneficiário:Italo Tomonari Kano
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Infectologia   Infecções por Coronavirus   SARS-CoV-2   COVID-19   Receptores   Peptídeo hidrolases   Enzima de conversão de angiotensina 2   Expressão gênica   Proteína TMPRSS2

Resumo

A primeira interação entre o vírus e as células humanas ocorre entre a proteína S da cápsula viral e os receptores ACE2, sendo os principais alvos os órgãos e tecidos que contenham estes receptores. A clivagem da proteína S é mediada por uma protease do hospedeiro e é crucial para o processo de infecção. Mesmo uma expressão alta de ACE2, não se pode garantir uma entrada celular pelo SARS-CoV-2 bem-sucedida caso os níveis de expressão de destas proteases variem. Sabe-se que altos níveis de ACE2, e proteases, como TMPRSS2 e furin, resultam em uma exacerbação dos sintomas clínicos da SARS-CoV-2. Assim o objetivo deste trabalho é, portanto, comparar a expressão dos receptores de superfícies ACE2, furin e TMPRSS2 em autópsias de tecidos orais de pacientes que faleceram por COVID-19 e causas diversas. Para isto serão utilizadas 60 amostras de diferentes tecidos da cavidade oral, sendo mucosa jugal, gengiva inserida, borda lateral de língua, papilas gustativas e glândulas salivares maiores (parótida e submandibular) e menores obtidas através de autópsia minimamente invasiva guiada por ultrassom. Para as análises será utilizada imunohistoquímica para avaliar a expressão dos seguintes anticorpos primários, nas diluições específicas, anti-TMPRSS2 (1:1.000), anti-furin (1:500 e anti-ACE2 (1:200) através do software ImageJ (Image Processing and Analysis in Java). E para análise da expressão gênica será utilizado o qRT-PCR utilizando primers específicos correspondentes para cada receptor. E para análise estatística será realizado teste de distribuição de dados e, posteriormente, aplicados os testes correspondentes e para a expressão dos genes será utilizado teste específico de correlação. Para todos os testes, será considerado nível de significância de 95%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)