Busca avançada
Ano de início
Entree

Questionário de autopercepção das habilidades auditivas em crianças com disfonia comportamental

Processo: 21/05572-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Isabel Ramos Do Amaral
Beneficiário:Ana Carolina Pinto Lemos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Disfonia   Transtornos do neurodesenvolvimento   Percepção auditiva   Autopercepção   Triagem   Crianças   Inquéritos e questionários   Estudos transversais

Resumo

Sabe-se que as habilidades auditivas temporais de resolução e ordenação dos sons estão envolvidas no processamento da voz, automonitoramento e produção vocal e o Transtorno do Processamento Auditivo Central (TPAC) pode ocorrer associado a diferentes quadros na infância, dentre eles, a disfonia comportamental. O uso de questionário de autopercepção como instrumento complementar em baterias de triagem do processamento auditivo tem sido recomendado pelos guidelines da área por ser uma medida complementar à avaliação diagnóstica, obtida de maneira simples e rápida. Objetivo: Analisar e discutir o uso de um questionário de autopercepção das habilidades auditivas aplicado em crianças com disfonia comportamental, a partir da comparação com a percepção de sintomas vocais e desempenho nos testes temporais do processamento auditivo. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo e de corte transversal, em submissão junto ao Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição (processo 4.734.688). Serão incluídas crianças de 6 a 8 anos, de ambos os sexos, falantes nativos do português, com diagnóstico confirmado de disfonia comportamental e que não tiveram o processo de reabilitação iniciado. Não serão incluídas crianças com perda auditiva periférica, alterações visuais graves, alterações de linguagem ou transtornos do neurodesenvolvimento. Os procedimentos aplicados serão: Questionário de Sintomas Vocais Pediátrico (QSV-P), versão criança e versão dos pais, Questionário de autopercepção das habilidades auditivas (QAPAC) inserido na plataforma do programa online de triagem das habilidades auditivas - Audbility - versão respondida pela criança e versão dos pais, avaliação audiológica básica e avaliação comportamental do processamento auditivo temporal. Os dados serão tabulados segundo as variáveis estudadas e analisados estatisticamente. Resultados esperados: espera-se que esse estudo possa contribuir para o aprimoramento de protocolos clínicos na área de voz e do processamento auditivo, contribuir para dados de validação do questionário para uso clínico, uma vez que está inserido em um novo programa de triagem, bem como para o planejamento terapêutico efetivo de crianças com queixas vocais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)