Busca avançada
Ano de início
Entree

Introdução ao estudo das equações diferenciais: uma abordagem dinâmica

Processo: 21/07656-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Matemática - Geometria e Topologia
Pesquisador responsável:Nivaldo de Góes Grulha Júnior
Beneficiário:Nathan Boteon Caneias
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/21181-0 - Novas fronteiras na Teoria de Singularidades, AP.TEM
Assunto(s):Topologia algébrica   Campo vetorial   Sistemas lineares   Equações diferenciais   Teoria das singularidades   Métodos de análise

Resumo

O estudo de campos de vetores na vizinhança de uma singularidade, ou ponto estacionário, é um tema amplamente estudado devido à sua importância em vários ramos da matemática e suas aplicações em outras áreas da ciência, como biologia, meteorologia e etc. Frequentemente, quando pretendemos equacionar determinados fenômenos, nos deparamos com equações que envolvam variações de certas quantidades consideradas essenciais. O uso de equações diferenciais para representar essas variações se deve essencialmente, ao fato do fenômeno estudado ser visto em tempo discreto ou contínuo. Pelo fato de muitas equações diferenciais não serem convenientemente solúveis por métodos analíticos, torna-se importante considerar informações qualitativas obtidas de suas soluções, sem de fato resolvê-las. Veremos como isso pode ser feito. Assim, apresentam-se alguns métodos de resolução de equações diferenciais mais importantes ou mais conhecidas. Também enfocaremos os sistemas lineares, pois esta teoria será usada no estudo qualitativo dos sistemas não lineares. Informações sobre o comportamento de um campo vetorial perto de um ponto singular pode ser obtido através de alguns invariantes. Esse projeto visa o desenvolvimento de conceitos básicos de Equações Diferenciais como uma preparação para um estudo mais aprofundado de campos de vetores e invariantes associados. O invariante mais básico de um campo de vetores em um ponto singular é o chamado Índice de Poincaré-Hopf. Conceito muito importante, e considerado um verdadeiro traço de união entre ramos da matemática como a Topologia Algébrica e a Topologia Diferencial. Tal conexão é possível através do importante resultado conhecido como Teorema de Poincaré-Hopf. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)