Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação sobre o desenvolvimento de comportamentos depressivos em camundongos portadores de Diabetes Mellitus Tipo 1

Processo: 20/11005-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 18 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Mari Cleide Sogayar
Beneficiário:Júlia Marques Pinto
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/05311-2 - Medicina regenerativa visando à terapia de doenças crônico-degenerativas (câncer e diabetes), AP.TEM
Assunto(s):Depressão   Diabetes mellitus tipo 1   Sistema nervoso   Desenvolvimento humano   Hiperglicemia   Modelo experimental   Análise do comportamento

Resumo

A Diabetes Mellitus Tipo 1 (DM1) se constitui numa das doenças crônicas mais relevantes da infância atualmente, em esfera mundial, sendo desencadeada por um ataque autoimune às células ²-pancreáticas produtoras de insulina. Por conta disso, surge a demanda para maior compreensão da doença e seus diversos impactos na infância e no desenvolvimento dos sujeitos portadores. A DM1 tem um impacto direto no sistema nervoso do organismo, uma vez que a glicose é a única fonte de energia dos neurônios, sendo sua entrada nas células impossibilitada na falta de insulina, tornando essas células incapazes de realizar suas atividades básicas, como a transmissão de impulsos nervosos, que tem diversos impactos no organismo. No entanto, seus possíveis impactos comportamentais ainda são pouco estudados. Indivíduos com menos de 18 anos têm acesso somente ao tratamento de reposição com insulina exógena, o qual diminui os riscos de complicações mais sérias da DM1. Entretanto, sua administração pode ser um grande desafio, principalmente no caso de crianças, por caracterizar-se pela apresentação crônica de eventos estressores, não sendo, muitas vezes, efetivo. Assim, este projeto tem como objetivo principal investigar os efeitos da exposição a estressores moderados crônicos sobre o desenvolvimento de comportamentos depressivos em camundongos portadores de DM1. Para tanto, será utilizado um modelo experimental de DM1 e um modelo experimental de depressão denominado Chronic Mild Stress (CMS). Um grupo de animais diabetizados e outro de não-diabetizados serão submetidos a um regime de estresse constante de baixa intensidade, o qual pode induzir comportamentos depressivos, e os seus comportamentos serão comparados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)