Busca avançada
Ano de início
Entree

Um modelo de controle integrado (químico e biológico) com técnicas de otimização para pragas na cultura do milho: Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) e Chaetocnema Pullicaria (Coleoptera: Chrysomelidae)

Processo: 21/06204-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Magda da Silva Peixoto
Beneficiário:Patrícia do Nascimento dos Santos
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Controle   Inseticidas   Parasitismo   Predação   Biomatemática

Resumo

Este projeto de pesquisa visa propor um modelo matemático para o controle ótimo de pragas na agricultura via integração das estratégias de controle químico (aplicação de inseticidas) e biológico (predação e/ou parasitismo) com técnicas de otimização via Programação Linear Fuzzy. Tem por objetivo principal aplicar este modelo, inicialmente, ao controle da lagarta-do-cartucho Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae), praga consolidada no território brasileiro e, em seguida, adaptá-lo ao controle do besouro do milho Chaetocnema Pullicari (Coleoptera: Chrysomelidae), vetor da bactéria Pantoea stewartii subsp stewartii (Enterobacteriales: Enterobacteriaceae), ausente no país, mas com risco alto de introdução. O agronegócio tem um papel de grande importância na economia do Brasil, exercendo relevante influência no Produto Interno Bruto. Atualmente, o país é um dos grandes exportadores de produtos agrícolas, enfoque para o milho, uma de suas principais culturas, liderando a exportação mundial em 2019, superando quantidades exportadas anteriormente. De acordo com projeções para a próxima década, a expectativa é que a demanda pela produção agrícola cresça impulsionada pelo crescimento populacional e da renda, consequentemente aumenta a necessidade de uma gestão de riscos que minimize custos e maximize a produtividade. Uma das grandes problemáticas está associada a incidência de pragas nas plantações, tendo em vista que os custos relacionados ao controle são altos, principalmente o químico. Portanto, a adesão de novas técnicas é indispensável e o Manejo Integrado de Pragas mostra-se eficiente, pois além de gerar menor impacto ambiental, associa diferentes estratégias, como o controle biológico

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)