Busca avançada
Ano de início
Entree

Geoquímica mineral de xenólitos mantélicos da plataforma continental brasileira mesozoica: inferências sobre heterogeneidades do manto como fontes de províncias basálticas e alcalinas

Processo: 21/05399-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2025
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Excelso Ruberti
Beneficiário:Rafael Duarte Modesto
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/22084-8 - A Província Magmática Paraná: petrogênese, cronologia e impacto ambiental do magmatismo toleítico, alcalino e silícico Cretáceo na Plataforma Brasileira, AP.TEM
Assunto(s):Petrologia ígnea   Geoquímica dos minerais   Plataforma continental   Mesozoico   Kimberlito   Heterogeneidade   Rochas alcalinas   Elementos-traço

Resumo

O objetivo principal do projeto aqui apresentado é o estudo petrológico de um conjunto de xenólitos encontrados em kimberlitos e rochas relacionadas em diferentes regiões da plataforma brasileira por meio da coleta de informações petrográficas sobre os litotipos presentes e do estabelecimento de variações mineralógicas e texturais (faciológicas) dos xenólitos em intrusões de campos kimberlíticos de Minas Gerais, Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul. O projeto também visa determinar os principais elementos e elementos traço dos principais componentes mineralógicos, como granada, ilmenita, espinélio, perovskita, olivina, piroxênio e flogopita, utilizando técnicas de alta resolução espacial, a fim de obter parâmetros (ex. P, T , fO2 etc.) que permitirão um melhor entendimento da natureza das espécies minerais presentes e as variações das fontes mantélicas. Além disso, análises isotópicas in situ de Sr em perovskita serão realizadas a fim de obter razões isotópicas 87Sr/86Sr iniciais. Pretende-se também uma comparação de arcabouços químicos/mineralógicos entre xenólitos encontrados em regiões distintas, a fim de estabelecer suas características básicas em um quadro teórico-científico. A combinação do estudo dos principais elementos e elementos traço e razões isotópicas permitirá inferir suas respectivas áreas de origem e os processos de geração de magma no manto litosférico subcontinental, além de identificar suas afinidades com assinaturas de reservatórios do manto, traçar assinaturas geoquímicas e isótopos de diferentes reservatórios (DMM, EMI, EMII, HIMU). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)