Busca avançada
Ano de início
Entree

Acurácia de modelos dentais produzidos com manufatura aditiva: influência dos espaços edêntulos e método de aquisição de imagem

Processo: 21/05160-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Radiologia Odontológica
Pesquisador responsável:Camila Tirapelli
Beneficiário:Marianna Soares Nogueira Borges
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imaginologia   Impressão tridimensional   Tomografia computadorizada de feixe cônico   Modelos dentários   Teste de Tukey

Resumo

O objetivo deste estudo é avaliar a acurácia de modelos odontológicos produzidos por manufatura aditiva considerando diferentes métodos de aquisição de imagens e espaços edêntulos. Dois modelos mestre representando arcadas dentárias superiores de Classe III e IV de Kennedy serão medidos com um paquímetro com resolução de 0,01mm nas seguintes áreas: 1) centro do rebordo edêntulo: distância entre caninos passando pela linha média (classe IV de Kennedy) e entre o primeiro pré-molar ao 2º molar (classe III de Kennedy), 2) Interarcos: distância entre caninos, 1º pré-molar, 2º pré-molar e 1º molar aos seus equivalentes opostos (classe IV de Kennedy) e 2º molar ao seu oposto (classe III de Kennedy), 3) Ocluso cervical: distância das pontas das cúspides dos caninos, 1º e 2º pré-molares e 1º molar direito (classe IV de Kennedy) e 2º molar direito (classe III de Kennedy) até a respectiva cervical limitada pelo "tecido gengival". Em seguida, os modelos mestre serão digitalizados por meio de escâner intraoral (IOS), escâner extraoral (EOS) e tomografia computadorizada de feixe cônico (CBCT) (10 exames/cada). Nos modelos digitais STL (linguagem padrão do triângulo) do IOS, EOS e CBCT, serão feitas as mesmas medições feitas nos modelos mestre (software Meshmixer). Posteriormente, os arquivos serão preparados para a confecção de modelos por manufatura aditiva (impressão 3D), baseada na tecnologia SLA (estereolitografia), utilizando resina de polimerização foto ativada por luz UV 405nm (ultravioleta). Nos modelos impressos com manufatura aditiva as mesmas medidas feitas nos modelos mestre serão feitas com o mesmo paquímetro. Será obtido o erro absoluto entre as medidas feitas nos modelos mestre Classe III e IV e seus respectivos modelos digitais e impressos. Os erros absolutos serão comparados entre os grupos usando ANOVA-two way e posteriormente o teste de Tukey. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)