Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de passion fruit green spot virus em hospedeiras vegetais e avaliação do extremo 5' do seu RNA2

Processo: 21/09041-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Juliana de Freitas Astúa
Beneficiário:Isabela Guarnieri Furiato Garofalo Leão
Instituição-sede: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/25078-9 - Genômica e transcriptômica das relações vírus-vetor-hospedeira nos patossistemas dos vírus transmitidos por Brevipalpus; sistemática e evolução de Brevipalpus e seus endosimbiontes; novas estratégias no manejo da Leprose do citros no Estado de São Paulo, AP.TEM
Assunto(s):Variação genética   RNA   Maracujá

Resumo

O Brasil é o maior produtor e consumidor de maracujá (Passifora spp.) do mundo, sendo elevados tanto o consumo de frutos in natura como a utilização de produtos derivados da fruta. A cultura gera milhares de empregos, direta e indiretamente, além de ser importante fonte de renda para pequenos e médios produtores. O maracujazeiro é afetado por diversas doenças, dentre elas o definhamento precoce e a pinta verde do maracujazeiro, relatadas pela primeira vez no Brasil na década de 1990. Ambas são causadas pelo passion fruit green spot virus (PfGSV) e caracterizam-se pelo surgimento de manchas cloróticas nas folhas, lesões anelares verdes nos frutos e necrose intensa nos ramos. O patógeno é transmitido pelo ácaro Brevipalpus yothersi e seu manejo é realizado exclusivamente pelo controle químico de seu vetor. O PfGSV, pertencente ao gênero Cilevirus, família Kitaviridae, possui genoma bissegmentado de RNA de fita simples e sentido positivo com ~5 e ~9 kb para o RNA1 e o RNA2, respectivamente. Como todos os cilevírus, o PfGSV se replica e causa efeitos citopáticos característicos no citoplasma de células infectadas, e são considerados vírus transmitidos por ácaros Brevipalpus (VTB) do tipo citoplasmático, ou VTB-C. Além do Passionfruit greenspot virus, o gênero Cilevirus compreende as espécies Citrus leprosis virus C e Citrus leprosis virus C2, além da espécie tentativa solanum violifolium ringpost virus. A recente caracterização de cinco isolados de PfGSV não apenas confirmou a sua classificação taxonômica como cilevirus como também evidenciou a presença de duas ORFs (sigla do inglês do termo open reading frame) que não possuem identidade de sequência nucleotídica com outras ORFs presentes em bases de dados internacionais, como o GenBank. Essas ORFs, denominadas p11 e p13, foram reconhecidas como ORF órfãs (ORFan). As ORFans p11 e p13 estão na proximidade do extremo 5' do RNA2, num locus conhecido como a região intergênica (RI). Devido à presença das ORFans e de pequenas ORFs que codificam proteínas com domínios transmembranas, a RI dos cilevirus mostra um acentuado polimorfismo e corresponde a uma região interessante de ser estudada. O genoma de PfGSV possui sete ORFs, sendo elas RdRp (RNA-dependent RNA polymerase) e p29 (provável capa proteica) no RNA1 e p15 (função desconhecida), p13/p11 (função desconhecida), p61 (possível glicoproteína), MP (proteína de movimento) e p24 (função desconhecida) no RNA2. O presente projeto é uma continuação do projeto de iniciação científica desenvolvido pela estudante Isabela Leão durante sua bolsa CNPq/ Pibic (vigência agosto 2020 - agosto 2021). Até o momento, PfGSV foi detectado em aproximadamente 20 amostras de diferentes localidades brasileiras por meio de RT-PCR usando três pares de iniciadores específicos. Destas, plantas de orquídeas foram sequenciadas por sequenciamento de alto rendimento (HTS) utilizando-se a plataforma Illumina (San Diego, EUA). O objetivo geral desta proposta é a caracterização do extremo 5' do RNA2 de PfGSV não apenas de amostras de maracujazeiro, mas também de outras hospedeiras vegetais, incluindo orquídeas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)