Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de compostos fenólicos análogos ao ácido cinâmico em resíduos de laranja utilizando uma matriz de biossensores baseados em polímeros molecularmente impressos e conceitos de língua bioeletrônica

Processo: 20/16521-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Nelson Ramos Stradiotto
Beneficiário:Edervaldo Buffon
Supervisor: Manuel Del Valle Zafra
Instituição Sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha  
Vinculado à bolsa:19/13818-8 - Desenvolvimento de sensores descartáveis baseados em óxido de grafeno 3D, nanopartículas metálicas e polímeros molecularmente impressos para determinação de ácidos fenólicos em resíduos da fruticultura, BP.DR
Assunto(s):Compostos fenólicos   Língua eletrônica   Polímeros molecularmente impressos   Sensores eletroquímicos   Eletroanalítica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Compostos fenólicos | Língua eletrônica | polímeros molecularmente impressos | resíduos de laranja | sensores eletroquímicos | Eletroanalítica

Resumo

A laranja é uma fruta de grande importância para a economia brasileira e espanhola. Porém, o processamento dessa fruta para a obtenção de sucos, refrigerantes, doces, geléias e outros produtos gera uma grande quantidade de resíduos. As cascas de laranja possuem grande quantidade de ácido cinâmico e seus derivados, como os ácidos ferúlico, caféico, sinápico e p-coumarico. Esses compostos têm atividades antioxidantes e vários outros efeitos benéficos à saúde. Nesse sentido, essas cascas podem ser reaproveitadas para a obtenção de produtos de maior valor agregado. Os métodos descritos na literatura para a determinação de compostos fenólicos são baseados em técnicas cromatográficas, eletroforéticas e espectroscópicas. Esses métodos geralmente requerem equipamentos caros, procedimentos trabalhosos e um cuidadoso pré-tratamento de amostra. Os métodos eletroanalíticos, por sua vez, utilizam equipamentos mais baratos e simples, além de não exigirem um pré-tratamento exaustivo da amostra. Por outro lado, esses dispositivos não apresentam seletividade adequada para a discriminação individual da maioria dos compostos fenólicos existentes. Nesse sentido, novas estratégias são necessárias para a determinação sensível e seletiva dos compostos fenólicos encontrados nas cascas de laranja. Atualmente, o uso de polímeros molecularmente impressos (MIP) como elemento de reconhecimento para línguas eletrônicas é uma alternativa para a obtenção de plataformas analíticas sensíveis e seletivas para diversos compostos. Diante disso, o objetivo deste projeto de pesquisa é desenvolver uma língua eletrônica utilizando sensores eletroquímicos baseados em MIP para a determinação sensível e seletiva dos ácidos cinâmico, ferúlico, caféico, sinápico e p-coumarico em casca de laranja. Esta plataforma é baseada em um conjunto de sensores capazes de discriminar simultaneamente diferentes analitos em uma matriz complexa por meio de métodos matemáticos envolvendo reconhecimento de padrões e/ou análise multivariada. Isso permite a discriminação de compostos estruturalmente semelhantes em amostras complexas, como os compostos fenólicos encontrados nas cascas de laranja, através de um simples procedimento de análise.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)