Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do status metabólico de vacas de leite nas mudanças epigenéticas no embrião e endometrio e o papel de vesículas extracelulares

Processo: 20/13075-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Juliano Coelho da Silveira
Beneficiário:Juliana Germano Ferst
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/22887-0 - Exossomos e microvesículas contendo miRNAs modulam mudanças epigenéticas durante o cultivo in vitro de gametas e embriões em bovinos, AP.JP
Assunto(s):Comunicação celular   Epigênese genética   Balanço de energia   Embrião   Vacas leiteiras   Endométrio   Vesículas extracelulares   Técnicas de maturação in vitro de oócitos   Embriogênese   Inseminação artificial   Produção de leite

Resumo

A redução da fertilidade em vacas de alta produção tem sido um dos principais problemas abordados na Pecuária de leite na ultima década. O Balanço Energético Negativo (BEN) durante o período pós-parto e um fator de risco para que ocorram alterações reprodutivas, tendo significativo impacto econômico devido a redução na produção dos animais. Os metabólitos gerados durante o BEN afetam negativamente as células reprodutivas. No entanto, pouco se sabe a respeito da comunicação intercelular que ocorre no ambiente folicular e uterino de animais acometidos pelo BEN. Vesículas extracelulares (VEs; exossomos e microvesiculas) contendo microRNAs (miRNAs) e proteínas são secretadas pelas células foliculares e uterinas. Por serem mediadoras da comunicação intercelular, as VEs modulam diversos processos reprodutivos e podem carregar sinais moleculares em resposta a fatores estressores como o BEN. Os mecanismos epigenéticos são conhecidos por regular as funções celulares criticas e modular as respostas de adaptação das células, incluindo o metabolismo celular e o estresse. Sendo assim, as alterações epigenéticas devido a exposição a um ambiente estressor podem ser uma das causas dos efeitos negativos observados nas células reprodutivas expostas ao BEN. Portanto, as hipóteses que serão testadas são: as VEs secretadas no ambiente folicular de vacas com BEN afetam a qualidade oocitária, comprometem o desenvolvimento embrionário inicial e modulam mudanças epigenéticas; as VEs secretadas no ambiente uterino de vacas com BEN modulam mudanças epigenéticas e moleculares nas células endometriais. Para testar estas hipóteses o fluído folicular e uterino de novilhas, vacas com alto e baixo BEN serão coletados 30 e 60 dias pós-parto e as VEs serão isoladas e analisadas. Essas VEs isoladas serão adicionadas ao meio de maturação dos oócitos e de cultivo de células endometriais para avaliação dos efeitos nas modulações epigenéticas e moleculares destas células. O primeiro objetivo e investigar as funções das vesículas presentes no fluido folicular de vacas de leite com diferentes status metabólico durante a maturação in vitro de oócitos e no desenvolvimento embrionário inicial, avaliando principalmente as mudanças epigenéticas. O segundo objetivo e determinar o conteúdo das vesículas presentes no fluido uterino de vacas de leite com diferentes status metabólico e investigar as funções dessas vesículas nas células endometriais. Os resultados deste projeto possibilitarão uma maior compreensão de como se encontra o ambiente folicular e uterino de vacas em BEN em dois importantes momentos para a realização da Inseminação Artificial (IA), permitindo assim o desenvolvimento de novas tecnologias e forma de manejo que visem a redução das perdas econômicas na produção de leite. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NATÁLIA MARINS BASTOS; JULIANA GERMANO FERST; RODRIGO SILVA GOULART; JULIANO COELHO DA SILVEIRA. The role of the oviduct and extracellular vesicles during early embryo development in bovine. Animal Reproduction, v. 19, n. 1, . (15/21829-9, 14/22887-0, 20/13075-2, 20/08478-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.