Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre os níveis de progesterona e as lesões do sistema genital de cadelas naturalmente infectadas com Leishmania infantum

Processo: 21/07359-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Rosemeri de Oliveira Vasconcelos
Beneficiário:Beatriz Cristiane Mioto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Imunopatologia   Doenças dos animais   Ciclo estral animal   Leishmaniose visceral   Leishmania infantum   Resposta imune   Hormônios   Progesterona   Imuno-histoquímica   Cães

Resumo

A Leishmaniose Visceral (LV) é uma antropozoonose, amplamente distribuída pelo mundo, que pode acometer o homem, o cão e os animais silvestres, cujo agente etiológico é o protozoário Leishmania infantum. Os cães são considerados os principais reservatórios da doença em áreas urbanas, representando grande problema de saúde pública. A sintomatologia da doença é multivariada, podendo também acometer o aparelho reprodutor. A diferença entre resistência e susceptibilidade à infecção por Leishmania depende do tipo de resposta Th1 ou Th2 envolvendo diversas citocinas. Os hormônios esteroides, como estrógeno e progesterona, são importantes reguladores da imunidade uterina nas diferentes fases do ciclo estral. O presente estudo tem como objetivo avaliar as lesões no sistema genital de cadelas naturalmente infectadas por L. infantum e associá-las com a carga parasitária e com os níveis séricos de progesterona. Portanto, no estudo serão utilizadas 20 cadelas com LV. A dosagem de progesterona será feita para determinar a fase do ciclo estral e a carga parasitária será determinada por imuno-histoquímica. Para análise estatística, serão utilizados os testes não paramétricos de Kruskal-Wallis e teste não paramétrico de Dunn com auxílio do software Graphpad Prism (versão 6.01, 2012), P<0,05. Os resultados deste estudo podem permitir observar se ocorre a influência hormonal na sobrevivência do parasita Leishmania spp. no trato genital da cadela. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)