Busca avançada
Ano de início
Entree

Especificidade patogênica de Austropuccinia psidii à goiabeira

Processo: 21/11421-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2022
Vigência (Término): 26 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Lilian Amorim
Beneficiário:João Vitor Pelizzaro Morales
Supervisor: Ulrich Schaffrath
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: RWTH Aachen University, Alemanha  
Vinculado à bolsa:21/06683-9 - Variabilidade morfológica e patogênica de Austropuccinia psidii proveniente de goiabeira e jambeiro, BP.IC
Assunto(s):Microscopia confocal   Fitopatologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ferrugem das Myrtaceas | inoculação cruzada | microscopia confocal | Puccinia psdii | Fitopatologia

Resumo

O estágio BEPE de 2 meses, a ser realizado na Universidade de Aachen, sob orientação do Prof. Ulrich Shaffrath, tem por objetivo complementar os resultados obtidos pelo bolsista no Brasil. O bolsista conseguiu determinar que isolados de Austropuccinia psidii da goiabeira, quando inoculados em jambeiro, espécie considerada altamente suscetível ao patógeno, não formou lesões esporulantes, indicando alta especialização do isolado na cultura da goiabeira. Para entender as causas das reações necróticas exibidas no jambeiro, após a inoculação com o isolado de A. psidii da goiabeira, o aluno utilizará técnicas de microscopia confocal. O grupo do Dr. U. Shaffath é especialista em estudos histológicos e moleculares de espécies de plantas não-hospedeiras a patógenos, com vasta experiência em ferrugens. Eles possuem marcadores específicos para esses fungos, o que facilita o uso da técnica para verificar a infecção e colonicação dos patógenos nas folhas. Muitos de seus trabalhos versaram sobre a ferrugem da soja e a ferrugem da videira. Esse grupo de pesquisa faz parte do projeto temático 2019/13191-5, sob coordenação da Profa Lilian Amorim, ao qual esta bolsa está vinculada. O estágio no exterior tem por objetivo treinar o bolsista em técnicas de microscopia confocal, com amostras dos experimentos realizados no Brasil. Dessa forma os resultados permitirão melhor compreensão do fenômeno observado in vivo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)