Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de associação genômica ampla (GWAS) e genômica funcional da resistência parasitária em ovinos da raça Morada Nova

Processo: 21/11842-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2022
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Simone Cristina Méo Niciura
Beneficiário:Simone Cristina Méo Niciura
Anfitrião: Cedric Gondro Msu
Instituição-sede: Embrapa Pecuária Sudeste. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Michigan State University (MSU), Estados Unidos  
Assunto(s):Biologia computacional   Haemonchus contortus   Seleção animal   Transcriptoma

Resumo

Morada Nova é uma raça ovina deslanada nativa brasileira e bastante adaptada ao clima tropical. Animais Morada Nova apresentam diversas características de interesse econômico, com destaque à ótima performance reprodutiva e à alta resistência aos nematoides gastrintestinais. No cenário mundial de resistência anti-helmíntica múltipla, a seleção animal para a resistência parasitária constitui interessante estratégia para minimizar perdas econômicas na ovinocultura. Dentre os parasitas de ovinos, Haemonchus contortus, helminto hematófago de abomaso, é o nematoide mais prevalente e patogênico e que leva desde problemas sanitários e perdas produtivas, a anemia e morte. Dessa maneira, a seleção de ovinos resistentes a nematoides pode trazer grandes benefícios aos programas de melhoramento animal. Considerando a natureza quantitativa dessa característica, abordagens genômicas, especialmente estudos de associação genômica ampla (GWAS), são mais adequadas para investigar a arquitetura genética da resistência parasitária em comparação a estratégias de genes candidatos. Nesse sentido, serão utilizados dados de 287 cordeiros da raça Morada Nova submetidos a duas infecções artificiais com H. contortus e avaliados por meio da contagem de ovos por grama de fezes (OPG), do volume globular (VG) e do ganho de peso. Após ranqueamento e seleção dos animais com fenótipos extremos, 48 ovinos foram genotipados com o chip Illumina OvineSNP50v3, e o tecido abomasal coletado de 10 animais com fenótipos extremos foi destinado a RNA-seq. O objetivo desta proposta é realizar GWAS e integrar dados genômicos e transcriptômicos para identificação de marcadores e alterações funcionais associados à resistência a H. contortus em ovinos. Essas informações podem ser úteis para a seleção animal, para o controle de nematoides gastrintestinais em rebanhos e para a elucidação de mecanismos biológicos moleculares associados à resistência parasitária em ovinos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)