Busca avançada
Ano de início
Entree

Saturação de oxigênio na sucção nutritiva do leite materno em crianças com sequência de Robin solada: uma análise por meio de oximetria de alta resolução

Processo: 21/10425-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Ivy Kiemle Trindade Suedam
Beneficiário:Clara Maria Santos Wanderley
Instituição-sede: Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Aleitamento materno   Lactentes   Oximetria   Inquéritos e questionários

Resumo

A Sequência de Robin (SR) consiste em uma tríade de anomalias, caracterizada pormicrognatia, glossoptose e, em parte considerável dos casos, fissura palatina (SATO et al. 2007). Observações clínicas revelam que a criança com SR apresenta dificuldade em realizar sucção e deglutição adequadas devido à presença, sobretudo, da micrognatia e da fissura palatina, que podem desencadear uma incoordenação entre a sucção, a deglutição e a respiração. Objetivo: avaliar a saturação de oxigênio durante a sucção nutritiva do leite materno em crianças com Sequência de Robin Isolada na faixa etária de 0 a 6 meses, pela utilização de oximetria de alta resolução. Método: Os participantes serão divididos em dois grupos: grupo "materno" (pacientes diagnosticados com Sequência de Robin e que são amamentados com leite materno por sucção direta da mama) e grupo "mamadeira" (pacientes diagnosticados com Sequência de Robin e que são amamentados com leite materno ou qualquer outro tipo de leite por mamadeira). Em ambos, serão avaliados os seguintes fatores: 1) saturação de oxigênio durante o aleitamento materno, por meio do oxímetro Oxistar BX1, e, 2) práticas adotadas pelas mães relacionadas à nutrição do bebê, através da aplicação de questionários estruturados. A coleta de dados será realizada no HRAC-USP, durante um período de 10 meses. Resultados esperados: É nossa hipótese que durante o aleitamento materno em bebês com Sequência de Robin, mais especificamente na sucção nutritiva, há queda acentuada da saturação de oxigênio, devido a associação de dois fatores: a micrognatia e a fissura palatina. A primeira, neste caso, provoca uma posição atípica e retroposta da língua, levando à glossoptose, e à dificuldades respiratórias, inclusive durante o ato da sucção. Já a segunda, quando presente, dificulta a geração de pressão intra-oral negativa, necessária para a sucção. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)