Busca avançada
Ano de início
Entree

O complexo calcineurina e a resposta ao estresse osmótico e oxidativo: o papel da fosfatase Gpp2 e da via de biossíntese dos aminoácidos sulfurosos

Processo: 21/06290-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Renata Castiglioni Pascon
Beneficiário:Ronaldo Silva Santos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Aminoácidos   Regulação   Virulência   Micologia médica

Resumo

Cryptococcus neoformans é um fungo patogênico oportunista causador de diversas infecções em humanos, dentre estas, a meningite criptococócica é a sua manifestação mais comum, principalmente em pacientes imunocomprometidos, como portadores de HIV. Devido aos poucos antifúngicos disponíveis no mercado, a baixa toxicidade seletiva dos medicamentos e o crescente aparecimento de isolados resistentes, há uma necessidade de novos antifúngicos eficazes que permitam o uso de dosagens mais baixas e com menos efeitos colaterais para o tratamento de infecções fúngicas invasivas como a criptococose. Neste contexto, as vias de biossíntese e captação de aminoácidos têm sido alvo de muitos estudos, pois são determinantes para a virulência em C. neoformans. Em relação à captação de aminoácidos, trabalhos anteriores do Laboratório de Interações Microbianas da UNIFESP (LIMic - UNIFESP), mostraram que as permeases Aap4 e Aap5 agem como transportadores globais e redundantes, sendo importantes para o crescimento a 37º C e na presença de peróxido de hidrogênio. A via de biossíntese de aminoácidos sulfurosos também é essencial para o crescimento, para a resposta ao estresse e para a virulência. Há pouco tempo a regulação da biossíntese dos aminoácidos sulfurosos foi esclarecida. O gene CYS3 é o elemento central dessa via, pois, forma um complexo com as subunidades catalítica e regulatória da calcineurina (Cna1 e Cnb1, respectivamente) e com a glicerol-3-fosfato fosfatase (Gpp2). Gpp2 em C. neoformans está envolvida com a resposta às baixas temperaturas, ao estresse de membrana, de parede celular, estresse osmótico e alcalino. No entanto, os detalhes sobre a relação entre Gpp2, a calcineurina, o estresse osmótico, oxidativo e a via de biossíntese dos aminoácidos sulfurosos ainda não foram esclarecidos. O objetivo geral deste projeto de mestrado é estabelecer as relações existentes entre estes elementos e assim esclarecer importantes aspectos do metabolismo que afetam a virulência e a patogenicidade em C. neoformans.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)