Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do Pós Tratamento Térmico sobre Infraestruturas de Próteses Totais Fixas Implantossuportadas confeccionadas em liga de Ti-6Al-4V por meio de Impressão 3D e Usinagem: análise estrutural, biomecânica, e por elementos finitos em 3D.

Processo: 20/13439-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Marcelo Ferraz Mesquita
Beneficiário:Thaís Barbin
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Adaptação marginal dentária   Método dos elementos finitos   Análise do estresse dentário   CAD/CAM   Impressão tridimensional   Propriedades mecânicas

Resumo

Tecnologias de impressão 3D para confecção de infraestruturas metálicas para próteses totais fixas (PTFs) maxilares implantossuportadas estão pouco exploradas na literatura odontológica, pelo fato da sua extensão e design complexo. Desta forma, os objetivos neste estudo são: (1) avaliar desajuste marginal, destorque dos parafusos protéticos e tensão no sistema para as tecnologias de obtenção de infraestruturas de PTFs, confeccionadas em liga de Ti-6Al-4V: usinagem, e impressões Direct Metal Laser Sintering (DMLS) e Electron Beam Melting (EBM), antes e após a tratamento térmico pós-confecção; (2) avaliar os efeitos do tratamento pós-confecção sobre superfície e microestrutura das amostras; (3) avaliar a resistência da união à cerâmica (RUC), antes e após tratamento térmico (ISO 9693-1); (4) avaliar biomecanicamente as infraestruturas pela análise de elementos finitos em 3D (AEF). Trinta PTFs suportadas sobre 4 implantes serão confeccionadas em Ti-6Al-4V (n=10/grupo). Serão avaliados o desajuste marginal (parafuso único), o destorque após 24h do torque nos parafusos protéticos, e a tensão por extensometria, antes e após tratamento térmico. Serão confeccionados corpos de prova específicos para as análises estruturais de resistência flexural, módulo de elasticidade e microdureza Vickers (n=15/grupo), assim como para as análises de superfície com microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia de raios X por dispersão em energia, perfilometria, molhabilidade, energia de superfície e espectroscopia de fotoelétrons excitados por raios X (n=10/grupo), e para as análises de RUC (n=16/grupo). Para a AEF, serão utilizadas as informações das análises estruturais e aplicada carga oblíqua na superfície oclusal dos dentes posteriores (150N). Os resultados serão submetidos à análise exploratória, e aplicados os testes estatísticos apropriados (0,05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)