Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de ferramentas moleculares para o estudo de parasitas emergentes em Leishmaniose Visceral

Processo: 21/12464-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2022
Vigência (Término): 30 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Sandra Regina Costa Maruyama
Beneficiário:Nayore Tamie Takamiya
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/20258-0 - Leishmaniose visceral: abordagens genômicas para análise molecular integrada do hospedeiro e do parasito, AP.JP
Assunto(s):Parasitologia molecular   Leishmaniose visceral   Crithidia   Leishmania infantum   Reação em cadeia da polimerase em tempo real
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cepas geneticamente modificadas | Crithidia-like | leishmania infantum | Leishmaniose visceral | PCR quantitativo em tempo real | Parasitologia Molecular

Resumo

A Leishmaniose é uma doença endêmica e negligenciada causada por mais de 20 espécies de protozoários do gênero Leishmania, sendo transmitidas aos humanos por vetores flebotomíneos. A Leishmaniose Visceral (LV) é provocada pela espécie Leishmania infantum, uma doença grave que acomete órgãos como o baço, a medula óssea, o fígado e os linfonodos podendo ser fatal quando não diagnosticada corretamente e tratada. O Brasil é um dos países endêmicos para as Leishmanioses e possui elevada taxa de prevalência para a LV na região Nordeste. O tratamento indicado é por administração de anfotericinas e antimoniais pentavalentes, porém estudos demonstram a resistência desses parasitas a essas drogas e a suscetibilidade pode estar associada à condição imunológica do hospedeiro e possíveis co-infecções por outros patógenos. Recentemente, em resultado publicado pelo nosso grupo foi identificado parasitos não-Leishmania isolados em cultura (promastigota) de um caso atípico e fatal de LVH em paciente HIV negativo. A partir de análises filogenômicas de isolados clínicos de um mesmo paciente, obtidos de aspirado de medula óssea e lesões da pele, verificamos que estes protozoários são mais semelhantes à Crithidia fasciculata, espécie monoxênica de tripanossomatídeo que parasita exclusivamente insetos culicídeos. Análises de filogenética molecular utilizando sequências de nucleotídeos da região 18S do RNA ribossomal (SSU-rRNA) e mais recentemente dados genômicos de outros isolados clínicos de LV da mesma região, mostram o mesmo resultado para vários casos diferentes, i.e., parasitos Crithidia-like sendo isolados de pacientes diagnosticados com LV. Diante disso, existe a necessidade de desenvolver métodos de identificação correta das espécies envolvidas na infecção e que essa detecção possa ser espécie-específica, a fim de investigar possíveis quadros de co-infecção. É de extrema importância para os pacientes e para saúde pública realizar o diagnóstico preciso e o manejo clínico adequado. Ainda, é necessário avaliar experimentalmente o potencial de infecção de parasitos Crithidia-like e no contexto de co-infecção com L. infantum. Para tanto é necessário o desenvolvimento de métodos de Biologia Molecular direcionados a essas espécies para compreender e elucidar estes casos severos e atípicos de LVH recorrentes em área endêmica do Nordeste do Brasil. Deste modo, neste projeto será padronizado um método de detecção e quantificação de parasitos Crithidia-like e L. infantum por real-time qPCR, além de construir uma cepa Crithidia-like expressando gene repórter fluorescente para avaliar as infecções por esse parasito. Essas ferramentas serão importantes para entender o desfecho dessas infecções, além do método de qPCR pode ser aplicado como nova alternativa para diagnóstico molecular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TAKAMIYA, NAYORE TAMIE; ROGERIO, LUANA APARECIDA; TORRES, CAROLINE; LEONEL, JOAO AUGUSTO FRANCO; VIOTI, GEOVANNA; OLIVEIRA, TRICIA MARIA FERREIRA DE SOUSA; VALERIANO, KAROLINE CAMILA; PORCINO, GABRIANE NASCIMENTO; SANTOS, ISABEL KINNEY FERREIRA DE MIRANDA; COSTA, CARLOS H. N.; et al. Parasite Detection in Visceral Leishmaniasis Samples by Dye-Based qPCR Using New Gene Targets of Leishmania infantum and Crithidia. TROPICAL MEDICINE AND INFECTIOUS DISEASE, v. 8, n. 8, p. 25-pg., . (21/12464-8, 16/18527-3, 18/26799-9, 19/19789-0, 16/20258-0, 21/10358-6, 20/15771-6, 20/14011-8, 17/16328-6)
GOMES, ELLEN; ROGERIO, LUANA APARECIDA; TAKAMIYA, NAYORE TAMIE; TORRES, CAROLINE; DA SILVA, JOAO SANTANA; ALMEIDA, ROQUE PACHECO; MARUYAMA, SANDRA REGINA. Dataset of dual RNA-seq mapping in visceral leishmaniasis: Inquiry on parasite transcripts in human blood transcriptome upon Leishmania infantum infection. DATA IN BRIEF, v. 46, p. 7-pg., . (16/20258-0, 17/16328-6, 21/12464-8, 22/01525-9, 20/14011-8, 13/08216-2, 21/10358-6)
ROGERIO, LUANA APARECIDA; TAKAHASHI, TALITA YURI; CARDOSO, LURIA; TAKAMIYA, NAYORE TAMIE; DE MELO, ENALDO VIEIRA; DE JESUS, AMELIA RIBEIRO; DE OLIVEIRA, FABRICIA ALVISI; FORRESTER, SARAH; JEFFARES, DANIEL C.; RIBEIRO, JOSE MARCOS; et al. Co-infection of Leishmania infantum and a Crithidia- related species in a case of refractory relapsed visceral leishmaniasis with non-ulcerated cutaneous manifestation in Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF INFECTIOUS DISEASES, v. 133, p. 4-pg., . (21/12464-8, 19/03095-9, 19/12142-0, 16/20258-0, 20/14011-8, 17/16328-6)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.