Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das consequências da exposição ao estresse psicossocial na lateralização funcional do córtex pré-frontal medial: uma abordagem morfológica e funcional

Processo: 21/13291-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 02 de maio de 2022
Vigência (Término): 01 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Ricardo Luiz Nunes de Souza
Beneficiário:Gessynger Morais Silva
Supervisor no Exterior: Nuno Jorge Carvalho de Sousa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade do Minho (UMinho), Portugal  
Vinculado à bolsa:20/15216-2 - Avaliação da conexão inter-hemisférica do córtex pré-frontal medial na resiliência e susceptibilidade ao estresse psicossocial em camundongos fêmeas e machos: porque o lado importa, BP.PD
Assunto(s):Córtex pré-frontal   Eletrofisiologia   Suscetibilidade

Resumo

Recentemente, a importância da lateralização funcional do córtex pré-frontal medial(CPFm) na modulação das respostas emocionais à estímulos aversivos têm ganhado atenção.Resultados envolvendo a manipulação da atividade do CPFm, mais especificamente do CPFm prélímbico(PrL), sugerem que a exposição crônica ao estresse induz alterações de longo prazo nessaregião, diminuindo a atividade do CPFm esquerdo (CPFmE) e induzindo um aumento da atividadedo CPFm direito (CPFmD), as quais estão relacionadas com as alterações comportamentaisinduzidas pelo estresse. Entretanto, ainda não se sabe se tais alterações da atividade do CPFm PrL(induzidas pela manipulação experimental) ocorrem naturalmente durante a exposição ao estresse,nem como a atividade elétrica dos diferentes hemisférios está relacionada durante esse período.Além disso, poucos se sabe sobre as diferenças sexuais no CPFm relacionadas às respostas aoestresse. A fim de responder tais perguntas, esse trabalho tem como objetivo avaliar os efeitos doestresse psicossocial na morfologia, atividade elétrica local e coerência nos hemisférios esquerdoe direito do CPFm PrL de camundongos fêmeas e machos. Para tanto, camundongos fêmeas emachos serão expostos a um modelo de estresse psicossocial repetido, durante o qual a atividadeelétrica e a coerência da atividade entre os hemisférios do CPFm PrL serão avaliadas. Após aexposição ao estresse, os animais serão testados quanto aos comportamentos relacionados àansiedade e evitação social, assim como a morfologia dendrítica, atividade elétrica local ecoerência da atividade entre os hemisférios do CPFm PrL será avaliada. Por fim, o efeito dainibição do CPFmD PrL na atividade elétrica local e coerência da atividade dos hemisfériosesquerdo e direito será analisado.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)