Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomarcadores da Doença de Alzheimer como preditores de sintomas neuropsiquiátricos em pacientes com Declínio Cognitivo Subjetivo e Comprometimento Cognivo Leve

Processo: 21/11729-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2022
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marcio Luiz Figueredo Balthazar
Beneficiário:Ana Luiza Gonçalves Rochetti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/15571-7 - Mapeando a progressão do declínio cognitivo subjetivo para comprometimento cognitivo leve e demência da Doença de Alzheimer com biomarcadores multimodais, AP.JP2
Assunto(s):Neurologia   Neuropsiquiatria   Comprometimento cognitivo leve   Disfunção cognitiva   Doença de Alzheimer   Biomarcadores

Resumo

O envelhecimento populacional é uma tendência mundial, sendo um fator de risco para demências. Assim, a ocorrência desta síndrome vem aumentando no mundo, sendo a Doença de Alzheimer (DA) a mais prevalente. Fisiopatologicamente, ela pode ser caracterizada pela presença de placas do peptídeo beta-amiloide no córtex cerebral e de agregados neurofibrilares da proteína tau-hiperfosforilada, biomarcadores que podem ser mensurados pelo líquor. Clinicamente, a DA tem como apresentação típica quadros de comprometimento cognitivo, como o prejuízo da memória, e perda da independência em atividades cotidianas. Os estágios de Declínio Cognitivo Subjetivo (DCS) e Comprometimento Cognitivo Leve (CCL) são potenciais precedentes do estágio demencial da DA. A presença dos sintomas neuropsiquiátricos no continuum da DA vem sendo observada, embora sua relação com a fisiopatologia da doença ainda não seja completamente clara e os dados da literatura sobre o assunto sejam contraditórios, principalmente quando se trata dos estágios prodrômicos da doença. Desse modo, o presente trabalho visa estudar se os biomarcadores liquóricos da DA são preditores dos sintomas neuropsiquiátricos em pacientes com DCS e CCL. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)