Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial antioxidante de hidrolisados proteicos da semente do girassol sobre células intestinais Caco-2

Processo: 22/01204-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Fabiana Andrea Barrera Galland
Beneficiário:Daniel Saraiva Lopes
Instituição Sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/01896-4 - Estudo da ação anti-inflamatória de peptídeos derivados do soro do leite sobre células gliais, AP.JP
Assunto(s):Antioxidantes   Células CACO-2   Compostos bioativos   Estresse oxidativo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:antioxidante | Células Caco-2 | Compostos bioativos | Estresse oxidativo | semente do girassol | Compostos bioativos

Resumo

Tem se estudado que o girassol, uma cultura oleaginosa destinada principalmente para a produção de óleos para consumo humano e biocombustível, apresentam em sua constituição compostos bioativos que podem trazer benefícios a saúde do consumidor. Uma das propriedades fisiológicas mais visadas dos compostos alimentares é a atividade antioxidante, uma vez que o estresse oxidativo é um dos principais fatores envolvidos nas doenças crônico degenerativas, como a doença inflamatória intestinal. A hidrólise das proteínas do isolado do girassol pode expor sítios específicos da proteína com propriedades antioxidantes e representar uma alternativa promissora a prevenção/tratamento dessa doença. Como modelo inicial de estudo para avaliação da atividade antioxidante sugere-se ensaios químicos in vitro, ou modelos de cultura celular, que adiciona os fatores biológicos intrínsecos de uma célula e interação com o composto teste. A célula Caco-2, é um modelo de linhagem celular para o estudo de enterócitos, ecorresponde ao primeiro tipo celular a entrar em contado com os metabólitos oriundos do processo digestivo/alimento. Devido a essas características, esse tipo celular se torna vulnerável/susceptível ao estresse oxidativo, representando um bom modelo de estudo para avaliação de propriedades antioxidantes. Diante disso, na literatura, existem poucas informações a respeito dos potenciais efeitos antioxidantes que os peptídeos bioativos do girassol provocam em células Caco-2, após o processo de digestão simulada. As proteínas serão hidrolisadas, utilizando um modelo de digestão in vitro internacionalmente padronizado (INFOGEST) e será verificado o potencial ação antioxidante dos peptídeos gerados frente ao estresse oxidativo em um modelo de estudo empregando células Caco2.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)