Busca avançada
Ano de início
Entree

Time course da recuperação neuromuscular após sessão de treino de corrida: influência da intensidade, da imersão em água quente e da imersão em água fria

Processo: 21/08479-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Alessandro Moura Zagatto
Beneficiário:Yago Medeiros Dutra
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Recuperação pós-exercício   Fadiga muscular   Corridas   Hidroterapia   Banho de imersão

Resumo

O time course dos distúrbios neuromusculares após corrida, um exercício condicionante comum em diferentes modalidades esportivas, se apresenta incipiente e devido a tendência desses distúrbios se modificarem em decorrência da intensidade do esforço realizado, é possível que a eficácia de estratégias objetivando acelerar a recuperação do desempenho neuromuscular pós-exercício se modifique entre diferentes intensidades de sessão de treino de corrida. Desse modo, o presente projeto tem como objetivos: (I) caracterizar o time course e (II) investigar a influência da imersão em água quente e da imersão em água fria sobre o desempenho neuromuscular após diferentes sessões de treino de corrida. Após sessões que acarretem maior distúrbio nos componentes periféricos da via motora, é possível que a imersão em água quente apresente maior eficácia em recuperar o desempenho neuromuscular, enquanto a imersão em água fria pode ser mais eficaz após sessões que acarretem maior distúrbio nos componentes centrais. Dois estudos independentes serão realizados. No estudo 1 (cruzado, n=12), os voluntários realizarão três modelos de treinamento: treinamento contínuo na intensidade do ponto de compensação respiratório (iPCR, 30 minutos), treinamento intervalado de alta intensidade e longa duração (HIITlongo, S2 minutos, 1:1) e treinamento intervalado de alta intensidade e curta duração (HIITcurto,1 minuto, 1:1). Para análise do desempenho neuromuscular serão utilizados testes de contração isométricas voluntária máxima de extensores do joelho associada a técnica de twitch interpolation e salto vertical contramovimento antes, imediatamente após, 1, 2, 4 e 6 horas após o fim das sessões. No estudo 2 (grupos independentes, n=12), os voluntários serão divididos em três grupos e cada grupo repetirá em três dias distintos um dos modelos de treino descritos no estudo 1. Após cada sessão, os voluntários serão submetidos a placebo, imersão em água fria ou imersão em água quente. Avaliações de desempenho neuromuscular (conforme descrito no estudo 1) serão realizadas antes, imediatamente após, 1, 2, 4 e 6 horas após o fim das sessões de treino. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)