Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo in vivo do efeito de formulações de géis contendo Sr2+ sobre a mineralização dentinária e óssea

Processo: 21/08558-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Sandra Yasuyo Fukada Alves
Beneficiário:Taíssa Cássia de Souza Furtado
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/08568-2 - Investigação do papel de vesículas extracelulares (VEs) na iniciação, propagação, regeneração e modelação da mineralização biológica, AP.TEM
Assunto(s):Periodontia   Flavonoides   Estrôncio   Osteogênese   Remineralização dentária   Calcificação fisiológica   Odontoblastos

Resumo

A dentina é um tecido conjuntivo mineralizado que forma a parte interna tanto da coroa quanto da raiz do dente. Ela é composta por túbulos dentinários que se estendem por toda a extensão do dente sendo recoberta por esmalte na coroa e cemento na raiz. Considerando a estrutura da dentina em forma de túbulos e sua comunicação com a polpa dental, uma exposição da dentina leva a uma reação chamada de Hipersensibilidade Dentinária (HD). A HD pode ser definida como uma dor curta e aguda provocada quando a dentina é exposta, seja pela perda de esmalte ou por recessão gengival, o que torna os túbulos dentinários permeáveis tanto à cavidade oral quanto à polpa. O objetivo do presente estudo será avaliar o potencial de compostos contendo Sr2+ na mineralização e oclusão dos túbulos dentinários, bem como na mineralização óssea. Serão utilizados 80 camundongos isogênicos da linhagem C57BL6. Os animais serão submetidos a dois modelos experimentais: modelo de exposição dentinária induzida por solução isotônica (pH 2,3) e modelo de reabsorção óssea alveolar induzida por ligadura. Os animais serão tratados topicamente com compostos contendo o Sr2+ em forma de gel PVA 10 wt% na região dos molares esquerdo onde será avaliada a exposição dentinária ou na região de ligadura (região de reabsorção óssea alveolar). Neste estudo testaremos nanopartículas de HAp na qual o Ca2+ será substituído por Sr2+ e um composto formado por Flavonóide e Sr2+ (Morina-Sr2+). Os animais de cada modelo experimental serão divididos em 5 grupos experimentais de tratamento: 1- PVA (Controle); 2- PVA + HAp; 3- PVA + Ca90Sr10HAp; 4- PVA + SrAp; 5- PVA + morina-Sr2+. O gel será mantido na região da aplicação por 1 minuto e aplicado diariamente por 3, 5 e 7 dias consecutivos, conforme grupo experimental. Ao final do tratamento, serão feitas a análise da qualidade do tecido ósseo neoformado por histomorfometria e por MicroCT; avaliação de mediadores inflamatórios na região adjacente a aplicação do gel, por qPCR e ELISA. Avaliaremos as características dos túbulos dentinários e qualidade da dentina formada por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e mapeamento dos elementos Ca, Sr e P. A espectroscopia de absorção no infravermelho (FTIR) e RAMAN serão utilizados para avaliar a incorporação de Sr2+ na dentina. Análises por Difratometria de Raios-X (DRX) serão utilizadas para avaliação da estrutura cristalina do dente e do material depositado no dente. Faremos ainda a avaliação da diferenciação dos odontoblastos após os tratamentos com os compostos de Sr2+. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)