Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas ao estresse antioxidante de plantas de soja cultivadas na presença de nanopartículas projeto (18/25207-0): Nanometalômica aplicada ao cultivo da soja para estudar os efeitos das nanopartículas relacionadas a metal

Processo: 22/00045-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2022
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Ricardo Antunes de Azevedo
Beneficiário:Jaqueline da Silva Santos
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/25207-0 - Nanometalômica aplicada ao cultivo da soja para estudar os efeitos das nanopartículas relacionadas a metal, AP.TEM
Assunto(s):Ecofisiologia   Bioquímica   Soja   Materiais nanoestruturados   Instrumentação analítica   Metalômica   Germinação de sementes   Estresse oxidativo

Resumo

Diferentes áreas de produção, como alimentos, agricultura e tecnologia, demandam por produtos baseados em nanotecnologia. Esse fato alerta a comunidade sobre os possíveis efeitos que os produtos compostos por nanopartículas (NPs) podem causar ao meio ambiente, e, consequentemente, aos organismos vivos. As NPs podem estar presentes em sistemas biológicos e ligados a moléculas que desempenham diferentes funções em organismos e células. Devido à sua alta relação superfície-volume, os NPs são altamente reativos e catalíticos, e podem passar através das membranas celulares. No entanto, suas interações com esses sistemas ainda não são bem conhecidas. Apesar disso, alguns estudos têm alertado sobre os possíveis efeitos das NPs, quando em contato com alguns organismos vivos. No Brasil, não existe lei que determine a concentração permissível destes em alimentos, bem como o descarte de NPs no meio ambiente. Desta forma, através de plataformas metalomônicas e outras plataformas omônicas, este projeto tem como foco a avaliação dos efeitos biológicos das plantas de soja, cultivadas na presença de nanopartículas de prata, cobre e sílica, através de características macro das plantas, como crescimento, massa úmida, taxa de germinação, entre outros, bem como possíveis alterações em termos de (metalo) proteínas, lipídios, enzimas e metais sob influência ou não de NPs. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)