Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do treinamento aeróbio versus intervenção comportamental para aumentar a atividade física em pacientes com Asma: um estudo clínico aleatorizado de avaliador cego

Processo: 21/03745-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 31 de agosto de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Celso Ricardo Fernandes de Carvalho
Beneficiário:David Halen Araújo Pinheiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/17788-3 - Reabilitação pulmonar: o efeito de novas metodologias e tecnologias centradas em pacientes com doenças pulmonares crônicas, AP.TEM
Assunto(s):Atividade física   Exercício físico   Treinamento aeróbio   Asma   Qualidade de vida   Ensaio clínico controlado aleatório

Resumo

O exercício físico regular e a intervenção comportamental para aumento da atividade física proporcionam inúmeros benefícios aos pacientes com Asma. Entretanto, a comparação dos efeitos destas intervenções no controle clínico da doença é desconhecida na literatura. Objetivos: Os objetivos do presente estudo são: I) comparar os efeitos do treinamento aeróbico e de uma intervenção comportamental para aumento da atividade física no controle clínico da Asma e na qualidade de vida de pacientes com Asma; II) avaliar o impacto destas intervenções na qualidade do sono e nos distúrbios psicológicos destes pacientes; III) analisar os efeitos destas intervenções nas exacerbações e nas barreiras que dificultam a prática de Atividade Física de Vida Diária (AFVD) de pacientes com Asma; IV) avaliar os efeitos das intervenções em médio prazo. Métodos: Trata-se de um ensaio clínico aleatorizado de dois braços com avaliação cega. A amostra será composta por 56 pacientes adultos com Asma fisicamente inativos e com Asma não controlada. Os pacientes elegíveis serão aleatorizados para os Grupos Treinamento Aeróbico (GTA) ou Intervenção Comportamental (GIC). As intervenções terão um total de 16 intervenções para cada grupo. O treinamento aeróbico será realizado em esteira ergométrica durante 8 semanas (2 x sem; 45 min/sessão) e a intensidade monitorada pela frequência cardíaca máxima estabelecida em teste cardiopulmonar de esforço. A intervenção comportamental será baseada na teoria cognitiva social e de estágios de mudança de comportamento terá a duração de 8 semanas (1 x sem; 90 min/sessão). A duração total de cada programa será de 12 horas. As avaliações pré- e pós-intervenção incluirão o controle clínico da Asma (ACQ) e o fatores de saúde relacionados à qualidade de vida na Asma (AQLQ). O nível de AFVD (acelerometria), a composição corporal, o nível de atividade física diária (NAFD) e os sintomas de ansiedade e depressão (HADS) também serão avaliados. O número amostral foi calculado em 56 pacientes. A interações de tempo e grupo serão avaliados usando análise de variância de medidas repetidas de duas vias. O teste de análise de variância de 2 fatores (Two-way ANOVA) será utilizado para comparar os grupos e o nível de significância será ajustado para 5% (p<0,05). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)