Busca avançada
Ano de início
Entree

Composição do microbioma em genótipos de Urochloa associado à disponibilidade de fósforo na restauração de solos degradados de pastagem

Processo: 21/11386-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Tsai Siu Mui
Beneficiário:Gabriel Silvestre Rocha
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Mata Atlântica   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)   RNA ribossômico 16S   Microbiologia do solo

Resumo

Com a crescente demanda por uma agricultura mais sustentável, um aproveitamento eficiente de pastagens torna-se necessário. Porém, de acordo com o diagnóstico das pastagens do Brasil, realizado pela Embrapa em 2014, cerca de 100 milhões de hectares de pastagens do país encontram-se em algum nível de degradação. O fósforo é um dos nutrientes mais limitantes em solos tropicais, portanto, as plantas e microrganismos apresentam um papel muito importante na ciclagem desse nutriente, pois apresentam diferentes estratégias para a solubilização e mineralização do mesmo. Os microrganismos, como as bactérias e fungos podem contribuir para mineralização de P pela liberação de enzimas extracelulares chamadas fosfatases e para solubilização de P pela liberação de ácidos orgânicos e inorgânicos. Diante disso, este trabalho busca estudar como as alterações provocadas pelo melhoramento genético em Urochloa afetam a comunidade microbiana do solo, e se essas melhoras na qualidade nutritiva e resistência a pragas tem influência dos microrganismos associados a essas plantas. Para isso, serão usadas quatro cultivares de Urochloa, sendo duas tradicionais e duas modernas, sendo respectivamente, Urochloa brizantha cv. Marandu, Urochloa ruziziensis, Urochloa brizantha BRS Paiaguás e o híbrido BRS RB331 Ipyporã (hibridização entre as duas cultivares tradicionais, Urochloa ruziziensis x Urochloa brizantha). Para isso, serão realizadas análises enzimáticas, o fracionamento do P, análises físicas e químicas do solo em conjunto com técnicas moleculares sensíveis e de alta resolução, como a reação em cadeia da polimerase em tempo real (qPCR) para análise quantitativa de genes marcadores e funcionais associados ao ciclo do fósforo e o sequenciamento em larga escala para análise taxonômica da microbiota - Archaea, Bacteria e Fungi. A integração desses dados por meio de análises estatísticas, bioinformática e análises em redes de correlação gerará resultados que possibilitarão explicar a relação entre a disponibilidade de P no solo alinhado a cultivares melhoradas de Urochloa, e com isso contribuir de maneira efetiva para uma potencial restauração de pastagens degradadas, foco de estudos em projetos de recuperação da Mata Atlântica no Estado de São Paulo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)