Busca avançada
Ano de início
Entree

As políticas de circulação da cocaína no Porto de Santos

Processo: 21/14797-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de junho de 2022
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Urbana
Pesquisador responsável:Gabriel de Santis Feltran
Beneficiário:Isabela Vianna Pinho
Supervisor no Exterior: Finn Stepputat
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Danish Institute for International Studies (DIIS), Dinamarca  
Vinculado à bolsa:20/14000-6 - O mercado transnacional de cocaína no Brasil: etnografia no porto e em uma favela de Santos, BP.DR
Assunto(s):Cocaína   Mercados ilegais   Portos marítimos   Etnografia   Santos (SP)
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cocaína | Etnografia | Mercados ilegais | mobilidades | Pcc | Porto | Mercados ilegais

Resumo

Este projeto apresenta uma proposta de Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE/FAPESP) a ser realizado sob a supervisão do Prof. Dr. Finn Stepputat (DIIS - Instituto Dinamarquês de Estudos Internacionais). O objetivo principal deste projeto é trazer uma reflexão mais sistemática e profunda sobre as políticas de circulação da cocaína no Porto de Santos. Nesse sentido, são diversos os projetos de fazer circular as mercadorias e de captar receitas com a circulação. A "política de circulação" envolve uma pluralidade de: racionalidades, tecnologias que buscam equilibrar circulação e segurança e elementos de antecipação (Stepputat, Hagmann, 2019). Especificamente, a análise empírica está focada em projetos de circulação de cocaína no Porto de Santos, localizado no estado de São Paulo, Brasil. Tais projetos de circulação da cocaína serão analisados a partir de uma perspectiva etnográfica. Aqui, o Porto é visto como uma fronteira onde coexistem diferentes "governspaces" (Stepputat, 2013, 2018), bem como uma fronteira de redes e racionalidades logísticas globais, onde novos agentes de circulação reordenam as relações e atravessam as fronteiras entre o público/privado, nacional/internacional e legais/ilegais. Este período como pesquisadora visitante proporcionará uma internacionalização deste projeto de diferentes formas. Primeiro, vou participar dos seminários do DIIS e apresentar os resultados da minha pesquisa nessas oportunidades. Em segundo lugar, vou aprofundar as discussões comuns e fortalecer as redes existentes entre os grupos de pesquisadores dos quais faço parte no Brasil e o grupo "Paz e Conflito" na Dinamarca. Terceiro, pretendo visitar outros centros de pesquisa importantes focados em questões semelhantes aquelas de meus interesses, onde já tenho um diálogo inicial. Por fim, pretendo usar a oportunidade no exterior para preparar um artigo em inglês e para organizar um workshop no Brasil, como parte da divulgação de resultados de pesquisas, reunindo pesquisadores brasileiros e internacionais especializados em temas relacionados à logística crítica e infraestrutura, especialmente aqueles que estão estudando portos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)