Busca avançada
Ano de início
Entree

Micro e nanoplásticos atmosféricos: efeitos na saúde e o impacto da pandemia de COVID-19

Processo: 21/10187-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 17 de outubro de 2022
Vigência (Término): 16 de outubro de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária
Pesquisador responsável:Roberta Cerasi Urban
Beneficiário:Roberta Cerasi Urban
Pesquisador Anfitrião: Iseult Lynch Yilmaz
Instituição Sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Birmingham, Inglaterra  
Assunto(s):Poluição ambiental   Microplásticos   Nanoplásticos   Qualidade do ar   Equipamento de proteção individual   Gerenciamento de resíduos   Pandemias   Saúde pública
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:air-liquid interface model | atmospheric microplástics | disposable masks | targeted and untargeted proteins and metabolites | air quality

Resumo

A ampla produção e utilização do plástico revolucionou o mundo moderno, contribuindo, por exemplo, para melhorias na saúde por meio de equipamentos de proteção individual (EPIs), mas também vem causando poluição ambiental. Durante a pandemia de COVID-19, a demanda por EPIs aumentou muito, e sua má gestão pode resultar em maior contaminação ambiental. Embora micro (MPs) e nanoplásticos (NPs) tenham sido determinados em diversos ambientes, sua presença na atmosfera ainda é pouco estudada, principalmente no Brasil. Doenças ocupacionais relacionadas à exposição a materiais plásticos, bem como à presença desses materiais em tecidos humanos, já foram relatadas, mas as implicações dos MPs e NPs atmosféricos na saúde humana precisam ser melhor compreendidas. O objetivo principal deste projeto é avaliar o impacto dos MPs e NPs atmosféricos na saúde humana, incluindo a influência da pandemia COVID-19. Para isso, estão sendo coletadas amostras de MPs na cidade de São Carlos (SP - Brasil) e de Birmingham (Reino Unido). Além disso, serão realizados estudos das emissões de MPs e NPs para a atmosfera durante o envelhecimento acelerado por radiação de máscaras descartáveis. Também serão realizados estudos das coronas (proteínas e metabólitos) formadas nos MPs e NPs durante as suas exposições nas células pulmonares, e as suas evoluções à medida que as partículas são absorvidas pelas células, comparando MPs e NPs presentes na atmosfera e aqueles formados durante a degradação de máscaras, usando um modelo celular in vitro de interface ar-líquido para simular a exposição por inalação. Esses estudos toxicológicos nunca foram realizados e também ajudarão a avaliar as implicações dos MPs e NPs na saúde humana. A troca de informações entre os diferentes grupos interdisciplinares envolvidos nesta pesquisa deve ser muito enriquecedora, gerando resultados de grande impacto e transferência bilateral de conhecimento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)