Busca avançada
Ano de início
Entree

GENDER STI -Igualdade de gênero em ciência, tecnologia e inovação: diálogos bilaterais e multilaterais

Processo: 22/00077-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Acordo de Cooperação: União Europeia (Horizonte 2020)
Pesquisador responsável:Janina Onuki
Beneficiário:Gabriela Gomes Coelho Ferreira
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/07129-2 - GENDER STI: igualdade de gênero em ciência, tecnologia e inovação: diálogos bilaterais e multilaterais, AP.TEM
Assunto(s):Ciência e tecnologia   Inovação   Diplomacia científica   Igualdade de gênero
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ciência e Tecnologia | Diplomacia Científica | Diplomacia da Inovação | Gênero | Instituições Internacionais | Gênero e Relações Internacionais

Resumo

O projeto Igualdade de Gênero em Diálogos Bilaterais e Multilaterais de Ciência, Tecnologia e Inovação (Gender Equality in Science, Technology and Innovation Bilateral and Multilateral Dialogues) de agora em diante GENDER STI, é um projeto conjunto de 18 instituições provenientes de 16 países localizados em 4 continentes, cujos objetivos são analisar e propor soluções para a desigualdade de gênero nas colaborações internacionais em Ciência, Tecnologia e Inovação. Trata-se de um projeto em regime de cofinanciamento, já aprovado pelo programa Horizon 2020 da Comissão Europeia, que tem como objetivo não apenas o diagnóstico sobre a igualdade de gênero em diálogos bilaterais e multilaterais de ciência, tecnologia e inovação, mas também o desenvolvimento de estratégias e soluções colaborativas para desafios comuns no tema de gênero entre os países participantes. Além disso, com o objetivo de garantir a sustentabilidade dos resultados obtidos-tanto em termos de diagnóstico contínuo, como de elaboração de políticas - o projeto criará e lançará dois observatórios o Observatórios Paulista de Gênero em CTI e o Observatório Europeu de Gênero em CTI: o Paulista e o Europeu únicos na América Latina e na Europa, tais Observatórios incorporarão todo o conhecimento e o material resultantes do projeto, e continuarão a atuar em sinergia como centros para a igualdade de gênero nos diálogos sobre CTI após o termino do projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Consórcio mapeia desigualdade de gênero na ciência em 16 países e propõe ações 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)