Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas terapias para infarto do miocárdio: papel do treinamento físico e novos RNAs

Processo: 22/00531-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Vigência (Término): 31 de agosto de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Edilamar Menezes de Oliveira
Beneficiário:Edilamar Menezes de Oliveira
Pesquisador Anfitrião: Da-Zhi Wang
Instituição Sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of South Florida (USF), Estados Unidos  
Assunto(s):Infarto do miocárdio   MicroRNAs   Análise de sequência de RNA   Terapia genética   Treinamento físico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:infarto do miocárdio | microRNA | RNA circular | RNA-seq | terapia genica | treinamento físico aeróbio | Cardiovascular

Resumo

O treinamento físico (TF) aeróbio é conhecido pela sua capacidade de atenuar os feitos deletérios do infarto do miocárdio (IM) e da insuficiência cardíaca bem como aumentar a sobrevida de pacientes cardiopatas. Sendo assim, muitos mecanismos participam desse processo, entretanto, existe uma grande lacuna na literatura sobre a participação dos RNAs circulares nessas repostas. RNAs endógenos competitivos (ceRNAs) são transcritos naturais que atuam como esponjas (diminuem a expressão) endógenas de miRNAs, modulando a ação desses sobre mRNAs-alvo. Os circRNAs são uma dentre as várias classes de ceRNAs. CircRNAs são formados a partir de um processo chamado backsplicing, que é a formação de um loop contínuo covalentemente fechado. Muitos circRNAs controlam a estabilidade e atividade de microRNAs, regulam a transcrição ou splicing alternativo, modificam a tradução de genes hospedeiros, ou ainda eles podem até ser traduzidos em proteínas1. Estes são expressos em vários tipos de células, e têm uma grande capacidade de regular a expressão gênica, principalmente ligando-se e inibindo microRNAs, funcionando como esponjas de microRNAs. Nós demonstramos que o TF atenua a disfunção cardíaca em ratos infartados regulando microRNAs2,3. No entretanto, pela ação do TF, não existem dados na literatura mostrando a ação de circRNAs atuando como esponja de microRNAs modulando sua ação sobre mRNAs-alvos, embora vários estudos mostram o seu papel crucial no desenvolvimento e fisiologia cardíaca4. A expressão anormal de circRNAs foi associada com doenças cardiovasculares tais como, insuficiência cardíaca, IM e aterosclerose, indicando a importância potencial dos circRNAs nestas condições patológicas. Porém, ainda é desconhecido se o TF modula os circRNAs descompensados no IM, promovendo atenuação da progressão da doença, prevenindo a insuficiência cardíaca. Diante dos resultados do nosso laboratório e do exposto, investigaremos o papel do TF aeróbio na modulação dos circRNAs atenuando o IM em ratos Wistar. Especificamente, por análise de larga escala (sequenciamento de RNAm, circRNAs e microRNAs) será traçada uma rede regulatória circRNA-microRNA-mRNA expressa no coração de animais sedentários (SED), treinados (TR), infartados (I) e infartados treinados (ITR). Posteriormente, serão identificados aqueles circRNAs modulados no IM e que são alterados pelo TF aeróbio (ITR), em especial buscando os que são normalizados para o padrão de expressão dos grupos SED ou TR. Por uma pesada análise de bioinformática serão identificados os microRNAs alvos do circRNAs, genes regulados e as vias de sinalização envolvidas. Para estudo in vitro (em cultura de cardiomiócitos tratada com Isoproterenol) e in vivo (em animais infartados) serão selecionados 1 ou 2 circRNAs modulados pelo TF para validação de seus efeitos benéficos frente a estímulo patológico. Para isso, serão contruídos vetores virais com rAAV9-MHC-circRNA para aumentar a expressão do circRNA selecionado ou inibido com RNAi para analisarmos se este(s) previnem disfunção e alterações morfológicas em cardiomiócitos isolados e no IM. Buscando aplicação translacional, por análises de bioinformática buscaremos se os circRNAs encontrados apresentam associação com a sobrevida de deferentes coorte de pacientes com IM. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
IMPROTA-CARIA, ALEX C.; SOCI, URSULA P. R.; RODRIGUES, LUIS F.; FERNANDES, TIAGO; OLIVEIRA, EDILAMAR M.. MicroRNAs regulating pathophysiological processes in obesity: the impact of exercise training. CURRENT OPINION IN PHYSIOLOGY, v. 33, p. 7-pg., . (18/22579-4, 22/00531-5, 15/22814-5, 21/06229-6, 22/02339-4)
JOAQUIM, VICTOR HUGO ANTONIO; PEREIRA, NOEMY PINTO; FERNANDES, TIAGO; OLIVEIRA, EDILAMAR MENEZES. Circular RNAs as a Diagnostic and Therapeutic Target in Cardiovascular Diseases. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 24, n. 3, p. 16-pg., . (15/22814-5, 22/00531-5, 18/22579-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.