Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da fermentação colônia sobre o potencial antidiabético da uvaia (Eugenia pyriformis Cambess.)

Processo: 22/05242-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 30 de novembro de 2022
Vigência (Término): 29 de novembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Pastore
Beneficiário:David de Paulo Farias
Supervisor no Exterior: Vincenzo Fogliano
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Wageningen University & Research, Holanda  
Vinculado à bolsa:20/00225-6 - Determinação do potencial antioxidante, bioacessibilidade in vitro e avaliação das atividades antidiabética e prebiótica da uvaia (Eugenia pyriformis Cambess), BP.DR
Assunto(s):Doenças não transmissíveis   Doença crônica   Diabetes mellitus   Compostos fenólicos   Bioatividade   Bioquímica de alimentos   Uvaia   Hipoglicemiantes

Resumo

As doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) representam atualmente um grave problema de saúde pública em todo o mundo. Dentre as DCNTs, o diabetes mellitus destaca-se principalmente por suas altas taxas de mortalidade, além de suas repercussões sociais e econômicas. Nesse contexto, o consumo de hortaliças é altamente recomendado, pois tais alimentos, além de nutrirem, podem fornecer importantes compostos bioativos para a manutenção do estado redox no corpo humano, reduzindo a incidência de DCNTs relacionadas a distúrbios nutricionais e metabólicos, como o tipo 2 diabetes mellitus (DM2). Os compostos fenólicos são ingredientes bioativos com grande potencial terapêutico para a prevenção e manejo do diabetes, pois podem reduzir o estresse oxidativo, inibir a atividade de enzimas-chave relacionadas ao metabolismo de carboidratos, estimular a sinalização e a secreção de insulina, além de modular a microbiota intestinal com efeitos subjacentes. A uvaia (Eugenia pyriformis Cambess) é uma espécie frutífera nativa da Mata Atlântica que possui excelente valor nutricional e é considerada uma boa fonte de compostos bioativos como os fenólicos. No entanto, poucas informações estão disponíveis na literatura sobre seu potencial prebiótico e atividade antidiabética. Assim, este projeto propõe avaliar a influência da fermentação colônica no potencial antidiabético das frações de uvaia a fim de fornecer subsídios para futuras pesquisas que busquem evidenciar o potencial funcional desta espécie e que ao mesmo tempo contribuam para o desenvolvimento de novos agentes terapêuticos naturais com potencial para o manejo do diabetes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)