Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das propriedades físico-mecânicas de resinas compostas de baixa viscosidade contendo nanofibras ou nanopartículas bioativas

Processo: 22/04997-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Marilia Mattar de Amoêdo Campos Velo
Beneficiário:Auanna Fernandes Cândido
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Materiais dentários   Resinas compostas   Bioatividade   Nanofibras   Dureza   Técnicas in vitro   Teste de Tukey
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:bioatividade | Bulk-Fill | nanofibras | resina composta | Dentistica

Resumo

As resinas fluidas reforçadas por nanofibras de substituição de dentina (preenchimento bulk) e as resinas bulk-fill fluídas com tecnologia Giomer representam uma nova categoria de materiais. Considerando que as resinas de preenchimento bulk podem apresentar declínio das propriedades mecânicas da restauração devido principalmente à diminuição do grau de conversão, podendo gerar sensibilidade pós-operatória e falha precoce da restauração, avaliar o comportamento físico-mecânico dessas duas categorias de material é necessário. Assim, o presente projeto de pesquisa in vitro irá avaliar a dureza de superfície como propriedade mecânica e grau de conversão de uma resina composta fluída de preenchimento bulk reforçada por nanofibras e uma resina composta bulk-flow com tecnologia Giomer, comparando com uma resina bulk-flow convencional. Serão formados 3 grupos de estudo: G1= resina Filtek One bulk-fill (3M, ESPE); G2= EverX flow (GC) e G3=Beautiful Flow Plus (Shofu). Para análise de dureza de superfície, as amostras serão preparadas (n=6) através de uma matriz metálica (tamanho de 4 × 4 mm2), simulando a condição clínica da inserção em incremento único da resina bulk. Os espécimes serão então armazenados secos no escuro por 24 horas. A microdureza Knoop será conduzida por um único operador usando um microdurômetro. (50 KgF será usado por 10 s). Em cada amostra, três edentações (distância de 100 µm entre cada uma) ao longo das superfícies superior e inferior serão realizadas. A média das três leituras de superfície será calculada e a microdureza da superfície em porcentagem (% KHN) obtida. O grau de conversão das amostras (n=5/grupo) será realizado por medições através de um espectroscópio infravermelho transformado por Fourier (FTIR) com um acessório de reflectância total atenuada (ATR). Para o espectro não polimerizado será dispensado cerca de 3 ¼l da resina fluida sobre o cristal do ATR para se fazer a mensuração das bandas. Em seguida, a amostra será fotoativada, de acordo com a instrução dos fabricantes e a % do grau de conversão calculada. após a verificação da normalidade e homogeneidade dos dados, será realizado o teste de ANOVA apropriado e, havendo diferenças estatisticamente significantes, o teste complementar de Tukey (5%). Caso não haja normalidade dos dados, um teste não paramétrico específico será conduzido.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)