Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da posição do tampão cervical na alteração cromática e difusão do H2O2 para região periodontal em dentes submetidos ao clareamento interno

Processo: 22/05318-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2022
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:André Luiz Fraga Briso
Beneficiário:Monara Marie Rodrigues Pereira
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Materiais dentários   Reabsorção da raiz   Resinas compostas   Espectrofotômetros
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:clareamento não vital | Reabsorção da raiz | tampão cervical | Dentística

Resumo

O objetivo do estudo será avaliar a influência do selamento cervical na alteração cromática e difusão de H2O2 em dentes bovinos submetidos ao clareamento interno. Para tanto, 80 incisivos bovinos terão suas raízes cortadas 3mm da junção cemento-esmalte (JCE) e será realizada a abertura coronária dos mesmos. Na primeira fase do experimento, 40 espécimes serão pigmentados com sangue equino, sendo aleatoriamente divididos em 2 grupos, de acordo com o posicionamento do tampão cervical (n=20): GI- aquém da JCE e; GII- além da JCE. O tampão cervical será realizado com cimento de ionômero de vidro modificado por resina e terá 2mm de espessura. Em seguida, 60µL de peróxido de hidrogênio a 35% no interior da câmara pulpar por 45 minutos e o acesso endodôntico será restaurado com resina composta. Serão realizadas quatro sessões de clareamento com intervalo de 7 dias, sendo a leitura de cor realizada 24h após cada sessão, bem como aos 15 dias após o término da última sessão. Para as leituras de cor serão confeccionadas moldeiras individuais de placas de acetato com três perfurações (na raiz, na região cervical e no terço incisal da face vestibular), por onde será posicionada a ponta ativa do espectrofotômetro portátil. Para a análise da difusão de H2O2, os 40 espécimes restantes serão divididos aleatoriamente nos mesmos grupos anteriormente descritos. Após o preparo e confecção dos tampões, os espécimes serão impermeabilizados com esmalte de unha preto, deixando descoberto apenas o ângulo cavo superficial e os 2mm contíguos ao acesso endodôntico. O tratamento clareador e o vedamento do acesso endodôntico serão realizados conforme já descrito, no entanto será realizada apenas uma sessão de clareamento por 45 minutos. Os dentes serão posicionados no interior de placas de cultura celular contendo 1mL de solução tampão de acetato, de tal maneira que toda a superfície radicular mantenha contato com esta solução. A solução será coletada, acrescentada à solução de leucocristal e à enzima peroxidade. Posteriormente, será analisada em Espectrofotômetro de Reflexão Ultravioleta Visível para a quantificação do peróxido difundido. Após a coleta dos dados, serão realizados testes estatísticos adequados.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)